back
Baixar App Lera
icon 0
icon Loja
rightIcon
icon História
rightIcon
icon Sair
rightIcon
icon Baixar O APP
rightIcon
O Contra-ataque do Bilionário Disfarçado

O Contra-ataque do Bilionário Disfarçado

Rickie Appiah

4.9
Comentário(s)
1.2M
Leituras
271
Capítulo

Minha família era pobre e eu tinha que trabalhar meio período todos os dias apenas para pagar as contas e poder entrar na faculdade. Na faculdade, eu a conheci, a garota linda da minha turma que os garotos sonhavam em namorar. Eu estava bem ciente de que ela era boa demais para mim. Ainda assim, reuni toda a minha coragem e confessou meus sentimentos a ela. Para minha surpresa, ela concordou em ser minha namorada. Com o sorriso mais doce que eu já tinha visto, ela me disse que queria que meu primeiro presente para ela fosse um iPhone mais recente. Eu fazia de tudo, até lavar a roupa dos meus colegas, para ganhar dinheiro. No entanto, acidentalmente a vi no vestiário beijando o capitão do time de basquete. Ao me ver, ela zombou de mim, e o cara com quem ela me traiu até me bateu. O desespero tomou conta de mim, não havia nada que eu pudesse fazer a não ser deixá-los me desvalorizar. De repente, meu pai me ligou e minha vida virou de cabeça para baixo. Eu era filho de um bilionário?!

Capítulo 1
O gemido atrás da porta

No ginásio de uma universidade, Trevor Sanderson usava um uniforme de basquete azul enquanto atravessava os portões do ginásio.

Assim que entrou na academia, começou a pegar as garrafas de água vazias e latas de refrigerante, limpando a sujeira deixada pela torcida que assistiu ao último jogo.

"Seria incrível se a universidade fizesse um jogo de basquete todos os dias, assim eu poderia facilmente ganhar cinquenta dólares apenas juntando essas garrafas e latas. Se eu ganhasse isso tudo todos os dias, conseguia comprar um iPhone para Sylvia no aniversário dela."

Entusiasmado, Trevor olhou à sua volta, avaliando o ginásio desarrumado.

Enquanto ele estava ocupado colhendo as garrafas e as latas, um grupo de estudantes altos saiu do vestiário.

No meio do grupo estava Bernard Collins, um garoto com cabelo ruivo que carregava um cigarro na boca.

Bernard pegou uma das suas meias usadas e jogou em Trevor.

Trevor não conseguiu desviar a tempo e a meia colidiu diretamente no seu rosto, trazendo consigo um mau cheiro intenso.

"Eu pedi a todos da equipa que guardassem as suas roupas sujas por uma semana para que você conseguisse ganhar mais dinheiro, definitivamente cheiram bem, não é?"

Bernard acenou e os outros jogaram a roupa suja na direção do Trevor.

"Vá embora da nossa universidade antes que seja tarde demais, seu lixo!"

"Você envergonhou a nossa escola!"

"Eu acho que ele não está pegando lixo, mas sim estragando a nossa diversão de propósito!"

"Banana!"

"Eu..." Se sentindo humilhado, Trevor tirou a meia suja do rosto.

Ele não podia ofender Bernard.

Afinal, ele era apenas um simples estudante universitário que vinha de uma família pobre.

A única forma que ele tinha de ganhar dinheiro era trabalhar meio período nos fins de semana e fazer os trabalhos e deveres de casa dos seus colegas.

Só assim ele conseguia pagar a sua faculdade.

Se ele tivesse outra escolha, Trevor não faria negócios com Bernard, uma pessoa arrogante e detestável.

Mas ele realmente precisava desse dinheiro para se sustentar, então tudo o que ele podia fazer era engolir o seu orgulho e controlar a sua raiva.

Ele respirou fundo, pegou a meia do Bernard e a jogou no balde.

"Cinquenta dólares por toda essa roupa", diss

e ele.

Bernard abriu a sua carteira, tirou alguns dólares e os jogou aos pés do Trevor.

"Aqui estão cinquenta e cinco dólares, eu tenho outra tarefa que eu quero que você faça", ele disse com um sorriso presunçoso. "Eu quero que você pegue um pacote no portão da escola e o leve para o vestiário. É para Dennis Cooper, o capitão do time de basquete."

Com isso, Bernard virou as costas ao Trevor e saiu entusiasmado juntamente com o resto da equipe.

Trevor pegou o dinheiro do chão enquanto fazia de tudo para controlar a sua raiva.

"Eu odeio ter que lidar com aquele idiota do Bernard e os seus amigos, mas pelo menos eu estou ganhando algum dinheiro com isso."

Depois que todos saíram, Trevor continuou pegando as garrafas de água vazias e latas de refrigerante espalhadas pelo ginásio.

Depois de encher um saco de lixo, ele dirigiu-se ao centro de reciclagem do lado de fora da escola para vender o que havia coletado.

Em seguida, ele correu para o portão da escola para buscar o pacote para Dennis e voltou para o vestiário.

Ao longo do caminho, enquanto caminhava, Trevor tentava contar cuidadosamente o dinheiro que ele havia ganhado.

Ele estava cansado de andar de um lado para o outro, mas ao mesmo tempo sentia que todo aquele esforço valia a pena.

Trevor ansiava economizar dinheiro suficiente para comprar presentes para sua namorada.

Ele estava abrindo a porta do vestiário quando ouviu o gemido de uma mulher e parou.

"O quê? Eu conheço essa voz..."

Foi então a mulher do outro lado da porta gritou de prazer.

De repente, o rosto do Trevor ficou vermelho e o seu coração parecia que ia saltar do seu peito.

Foi aí que ele percebeu que a voz que ele ouviu, pertencia à sua namorada Sylvia Farrows.

"Ai Dennis, eu adoro quando você toca os meus seios assim. Assim mesmo. Não pare."

"Vamos, Sylvia. Eu comprei uma lingerie sexy para você usar hoje. Coloque-a mais tarde, para a gente se divertir mais um pouco."

Quando Trevor ouviu a conversa, finalmente percebeu o que realmente estava acontecendo.

"Sylvia? O que você está fazendo?"

De repente, Trevor foi possuído por uma raiva enorme quando ele abriu a porta com um chute.

Quando ele viu o que estava acontecendo lá dentro, ele congelou atordoado.

Baixar livro