Login to Lera
icon 0
icon Loja
rightIcon
icon Histórico
rightIcon
icon Sair
rightIcon
icon Baixar App
rightIcon
A renovação de um amor vencido

A renovação de um amor vencido

Lyndel Crane

5.0
Comentário(s)
787.9K
Leituras
343
Capítulo

Nos últimos três anos, tudo o que Alicia, uma esposa miserável, recebeu de seu marido foi indiferença e desgosto. Justo quando algo despertou nela a esperança de que Erick finalmente tivesse mudado, ela descobriu que ele tinha segundas intenções. Tanto o amor quanto a paciência tinham prazo de validade. Não aguentando mais, Alicia pediu o divórcio. Erick a pressionou contra a parede e exclamou: "Quer se divorciar de mim? Nem pensar!" Mesmo assim, Alicia decidiu mudar de vida. Ela começou sua jornada para o sucesso e logo atraiu muitos admiradores, o que deixou Erick muito chateado. Um dia, ele viu Alicia de novo, que estava com algumas crianças. Vendo a cena, ele agiu fora do comum: "Deixe-me ser o pai deles." Alicia revirou os olhos. "Não preciso da sua ajuda, senhor Ellis. Posso cuidar deles sozinha." No entanto, Erick não aceitaria "não" como resposta...

Protagonista

: Alicia Singh e Erick Ellis

Capítulo 1 Eu quero você

Um relâmpago clareou o céu, seguido pelo ribombar de um trovão do lado de fora da janela.

A porta de vidro fosco do banheiro, iluminada ligeiramente por uma luz tênue, delineava o contorno de duas figuras.

Atrás da porta estavam um homem alto e uma mulher encantadora.

O vapor nublava o ambiente, o que dificultava a visão de Alicia Ellis. Suas mãos estavam pressionadas contra o vidro, suas palmas nítidas contra a superfície.

Os braços do homem a enlaçavam pela cintura como um torno de ferro.

Um turbilhão de emoções parecia dominá-la. Com um misto de confusão e felicidade, ela sentia como se tivesse sido jogada para o alto antes de cair.

Hoje era seu aniversário de casamento de três anos com Erick Ellis.

No passado, Alicia sempre costumava lembrar o marido da data, mas Erick nunca deu importância. Era extremamente raro ele voltar para casa naquele dia.

Apesar de serem casados, eles pareciam completos estranhos.

Essa intimidade, rotineira para um casal, era completamente nova para ambos.

Mesmo depois de três anos de casamento, Alicia permanecia intocada.

No entanto, ela nunca usara isso contra Erick.

Depois de algum tempo, a porta do banheiro finalmente foi aberta. Erick, enrolado em um roupão de banho, saiu envolto pelo vapor.

Sua gola estava aberta, deixando seu peito exposto, onde era possível ver as marcas das unhas de Alicia.

Alicia esteve a ponto de explodir, tamanha era sua excitação. Em seu ardor, ela tinha arranhado acidentalmente a pele dele algumas vezes, incapaz de se conter.

Erick, sorrindo friamente, se sentou e acendeu um cigarro de maneira casual.

Alicia saiu instantes depois, segurando o roupão com força. Suas bochechas estavam coradas, em um misto de timidez e nervosismo. Ela estava usando todas as suas forças para parecer composta. "Você parece estar bastante feliz hoje", comentou ela, ligeiramente hesitante.

No casamento deles, Alicia sempre foi uma mulher submissa, o que em parte era por se sentir culpada.

Há três anos, sua meia-irmã, Michelle Singh, planejou um acidente de carro, onde Alicia quase perdera a vida. Erick, que nutria sentimentos por Michelle, interveio para mediar a situação.

Um sorriso encantador enfeitava os lábios de Erick. "O que faria com que você perdoasse Michelle?"

Naquele tempo, Alicia ainda estava no hospital, se recuperando do acidente, sua vida por um fio. Até mesmo erguer a mão parecia algo extremamente desafiador. Ela precisou lutar para levantar a cabeça, seus olhos pousando nos lábios de Erick, antes de finalmente encontrar o olhar dele.

"Eu quero você", declarou ela, a determinação tingindo sua voz.

Suas palavras foram claras. Ela queria que Erick se casasse com ela e enviasse Michelle para Faylea.

Diante disso, ela não guardaria qualquer ressentimento.

No entanto, ela foi pega de surpresa quando Erick aceitou.

Um casamento construído sobre tal acordo parecia fadado a ser entediante.

Mas hoje parecia diferente. Ele voltou mais cedo para casa e eles então fizeram amor, o que reacendeu a esperança no coração dela.

Ela se aproximou dele, a esperança a movendo, chegando até mesmo a desejar um abraço.

Depois do momento íntimo que compartilharam, as pernas dela ainda estavam trêmulas. Com o roupão mal amarrado, uma cicatriz se revelava, percorrendo do tornozelo até o joelho. Era uma marca fina e delicada, porém parecia frágil, como se estivesse à beira de se romper.

A cicatriz era a recordação do acidente de carro quase fatal, que terminou com mais de dez pontos sendo necessários para fechar os ferimentos. Era uma prova do que ela precisou suportar para ficar com ele.

Erick estava sentado de frente para Alicia, sua silhueta delineada contra a luz e seus olhos frios. "Michelle voltou ontem do exterior. Ela não se sente bem e pediu para ficar ao meu lado para melhorar. O que você pensa sobre isso?"

O cigarro exalava um brilho intenso e, num movimento rápido, as cinzas se desprenderam, caindo sobre o tapete macio.

No próximo segundo, o gelo pareceu envolver o coração de Alicia. Naquele instante, ela entendeu tudo.

Continuar lendo

Você deve gostar

Capítulo
Ler agora
Baixar livro