back
Baixar App Lera
icon 0
icon Loja
rightIcon
icon História
rightIcon
icon Sair
rightIcon
icon Baixar App
rightIcon
4.9
Comentário(s)
74.6K
Leituras
16
Capítulo

Perder a secretária que estava com ele desde que iniciara sua vida profissional, ser ludibriado ao assinar um contrato milionário e ainda perseguido por uma linda, porém insuportável garota a quem prometeu algo anos antes era o suficiente para Bruce ter um colapso nervoso. Mal sabia ele que essa sequência de fatos desastrosos seria o início daquilo que seria a melhor fase de sua vida (com alguns percalços, obviamente)...

Capítulo 1
Onde está Lucy

Ao levantar naquela manhã Bruce estava confiante de que aquele era o primeiro dia útil de uma semana que prometia ser memorável.

O jovem bilionário iniciava seu dia sempre da mesma maneira: acordava às 06:00, corria por 1 hora, tomava seu banho e ia para a sede da Calagahan Company.

Bruce não era um homem de imprevistos, sempre teve sua vida detalhadamente planejada e controlada, e essa era a parte que mais gostava.

O dinheiro lhe trouxe várias coisas, mas a sensação de ter tudo a sua volta sob controle com certeza era a mais satisfatória.

Ao chegar na sede notou que algo estava errado. Ao contrário de todos os outros dias de sua vida como CEO da empresa, Lucy, sua secretária não o estava esperando na porta do escritório com seu cronograma em mãos. O fato lhe causou estranheza, mas ao cogitar talvez um atraso ou ida inesperada ao banheiro, o empresário entrou no escritório e pacientemente aguardou por 3 minutos e meio.

Bruce pegou o telefone já sem paciência e enviou uma mensagem de texto para sua secretária perguntando onde a mulher estava, mas não obteve resposta.

Minutos depois ele ouviu o som de passos vindo do corredor, por um instante imaginou ser Lucy, mas ao perceber que era o som de sapatos de salto alto, ele sabia que não se tratava de sua secretária de 58 anos que sofria de reumatismo.

- Bom dia Sr. Calagahan, sou a Anna do RH. A família de Lucy ligou agora a pouco informando que ela teve um infarto essa manhã enquanto se preparava para vir trabalhar.

- Ela está no hospital? Qual é seu estado atual?- perguntou Bruce a interrompendo um pouco assustado com a notícia que acabara de receber. Mas no fundo ele já sabia a resposta para suas perguntas. O semblante de Anna ao olhar para ele e a forma como ela suava ao dar o recado já anunciaram antes de suas palavras que oque viria a seguir não seria bom.

- Infelizmente ela faleceu a caminho do hospital... Posso oferecer alguma coisa para o senhor? - o olhar dela era realmente complacente, mas Bruce queria apenas que as palavras ditas por ela fossem mentira.

- Certifique-se de que a empresa arque com todos os custos e me informe sobre a data do sepultamento.- A mulher assentiu e saiu do escritório.

Quando Bruce herdou a empresa de seu pai, Lucy já estava lá. Ela sempre o ajudou e praticamente foi quem o ensinou a trabalhar e gerir tudo aquilo que havia caído inesperadamente em suas mãos quando o pai faleceu. E agora ele teria que se virar sozinho, logo

agora...

Lucy sempre o protegeu e se preocupou em tornar a vida do jovem o mais simples possível, tanto que desde que Bruce assumira o controle da Calagahan Company, foi ela quem organizou seus compromissos e fez com que o rapaz conseguisse administrar todo aquele império.

Bruce não conseguia pensar direito, ele sabia que tinha compromissos agendados para aquela semana, mas só conseguia se lembrar de um.

“Quarta-feita às 09:30 no escritório das indústrias MacGonnal”.

Ele tentou se acalmar e pensar no que faria a seguir.

-Anna, pode vir ao meu escritório por favor?- disse o homem ao telefone após discar o ramal do RH.

Em menos de 5 minutos viu pelas paredes de vidro Anna cruzando o corredor e abrindo a porta do escritório.

- Pois não?- ela perguntou receosa. Não era segredo para nenhum dos funcionários que o Sr. Calagahan era muito exigente com sua equipe de funcionários e não aceitava falhas. Será que em seu breve encontro minutos antes ela teria cometido alguma gafe que o faria despedi-la?

- Descubra e me informe sobre quais são meus compromissos para hoje e organize uma entrevista para que eu possa escolher uma nova secretária. - seu tom era calmo e confiante, mas não deixava de transpassar que a situação o incomodava, afinal sair da rotina não é algo que está na lista de desejos de Bruce Calagahan.

Antes das 11:00, Anna já havia pedido aos técnicos para acessarem o computador de Lucy e checarem na agenda quais seriam os compromissos do CEO para aquele dia, mas foi em vão, já que Lucy era da velha guarda e tudo era anotado no papel e não em computadores.

Embora ela fosse uma excelente secretária, a senhora tinha uma caligrafia horrível e organizava suas anotações de forma que somente ela conseguia entender. Aquela bagunça deixou Anna quase louca, fazendo-a entregar a lista de compromissos do dia para seu chefe perto do meio-dia.

Como resultado Bruce havia faltado a 1 entrevista, 2 reuniões e deixara de fazer um telefonema importante. Como só conseguiria lidar com seus compromissos do período vespertino, Bruce decidiu almoçar num restaurante ali perto para voltar logo ao escritório e tentar desvendar alguma parte das anotações de Lucy até que conseguisse uma nova secretária.

- Tenho até pena de quem tiver que decifrar isso- pensou o CEO enquanto lia a agenda. Como ele se deixara tornar tão dependente de uma secretária? Quem quer que fosse assumir o cargo de Lucy teria um longo caminho pela frente.

Baixar livro