back
Baixar App Lera
icon 0
icon Loja
rightIcon
icon História
rightIcon
icon Sair
rightIcon
icon Baixar App
rightIcon
5.0
Comentário(s)
4.8K
Leituras
12
Capítulo

É possível um aluno se apaixonar por uma professora doze anos mais velha? Este romance fala de uma paixão inusitada assim. Daquelas que acontecem sem se planejar... Aconteceu com Rupert e Laura... e já aconteceu comigo. E deixou marcas e saudades... boas, neles e em mim e valeu muito! Tenham uma boa e proveitosa leitura. Saúde e paz a todos. Deus os abençoe. Obrigada!

Capítulo 1
T.I.

T.I. – Capítulo I

Já passava da meia noite quando Laura olhou para a pintura e viu que tinha finalmente acabado. Suspirou e sorriu, satisfeita com sua obra. Foi lavar as mãos e apagou a luz do atelier.

Na manhã seguinte, estava a caminho da faculdade onde dava aulas de Inglês para o curso de T.I. (Tradutor e Intérprete).

A classe era pequena em relação às demais. Tinha cinquenta e nove alunos e não era das mais difíceis de lidar. Apenas um pouco apáticos, como a maioria dos estudantes da faculdade do curso matutino.

Ao entrar na sala e fazer a sua costumeira saudação em inglês, notou que seu melhor aluno não estava presente. Ele sentava sempre na primeira carteira perto da porta e nunca faltava às suas aulas. O que já não acontecia com as demais. Os professores, seus colegas, comentavam que o rapaz dava uma preferência toda especial a suas aulas e isso já começava a levantar comentários maldosos até entre os estudantes. Laura não quis perguntar o que havia acontecido com ele para não piorar as coisas e deu sua aula normalmente.

Terminada a aula, ela despediu-se dos alunos e saiu da sala, mas Tereza, uma das alunas correu atrás dela e a segurou pelo braço.

- Laura, posso falar com você um instantinho?

A professora parou e esperou.

- Oi, o que foi, Tereza?

- É sobre o Rupert...

- Que tem ele?

- Você notou que ele não estava na aula, hoje, não é?

- É… notei. Ele é sempre um aluno tão assíduo... Você sabe o que aconteceu?

- Ele falou que não vai assistir a nenhuma aula sua mais.

- Por quê? – Laura perguntou, preocupada.

- Eu não sei. É melhor você mesma falar com ele. Ele vai acabar perdendo o ano e... não que eu queira te culpar de nada... acho que... é por sua causa.

- Por minha causa?

- É... mas agora eu tenho que ir. Até amanhã, Laura.

A garota voltou para a sala e Laura ficou sem saber o que fazer. Ia para a sala dos professores quando cruzou com Rupert no corredor. Ele parou ao vê-la, hesitante, mas depois continuou andando.

- Rupert! – ela chamou.

Ele parou e esperou.

- Posso falar com você?

- Estou indo pra segunda aula, professora. Já estou atrasado. Se... Se é pela minha falta de hoje, eu... cheguei atrasado. O trânsito estava horrível por causa da chuva e eu... já saí de casa atrasado... Dormi demais.

- Só isso?

- Só.

- Quero falar com você depois da aula, no intervalo, ok?

- Falar o que, Laura? Eu vou pegar a matéria depois com a Tereza.

- No intervalo, na lanchonete. Espero você lá.

Laura se afastou dele. Rupert olhou para ela por um instante e deu as costas, indo para a sala. Sentou-se no lugar de sempre, perto de Tereza. Ela olhou para ele e perguntou:

- Tudo bem?

- Tudo… Bom dia, Tê.

- Você vai mesmo levar isso adiante? Não frequentar mais nenhuma aula dela?

Ele respirou fundo e abriu o caderno.

- O Luiz já entrou na sala. A gente fala depois.

O professor da segunda aula havia entrado e a conversa foi interrompida.

Welcome to my dreams...

WITH ME!

Baixar livro