back
Baixar App Lera
icon 0
icon Loja
rightIcon
icon História
rightIcon
icon Sair
rightIcon
icon Baixar App
rightIcon
Canções Poemas e Hum Soneto

Canções Poemas e Hum Soneto

ras_alcantara

4.7
Comentário(s)
845
Leituras
18
Capítulo

"Casa sem livros, corpo sem alma" Destino aos avessos como eu, que são desprendidos de regrativas normas, Que não injeção e sabem que as únicas barreiras são mesmo as mentais. Convido à você ilustre leitor pra que embarque comigo nesta mistura de situações inusitadas, dos amores, das lutas inglórias isto é... Oportuno que se hilarizem, que se seduzam e que se entretém Galhofando estes teores maltrapilhos poeticamente falando.... Lembrando que escrevo com o coração!!!

Capítulo 1
Análogo

As coisas que não são ditas. Se empilham!

De uma hora pra outra Tudo pode mudar.

Do ponto de onde parto,

Me despeço e deixo-o para trás. Desenveneno o mesmo num piscar de olhos!

......

Então por qual razão não articular? Pelo que sei,

Tem um montão de elocuções que gostaria de ter dito.

Um punhado de coisas vertiginosas que gostaria de mudar, Mudar pra melhorar!

O que é que estou fazendo aqui?

Eu pensei que odiasse...

Fechei o tino e desafeiçoei o corpo. Sufoquei e abandonei o barco naufragando...

Vi coisas amadurecem em ocasiões diferentes!

Dancei aquela música lenta com ela, E de vez em quando.

Segurava uma de suas mãos e beijava-lhe o pescoço Enquanto a abraçava....

Bailávamos.....

Sombras que sussurravam, Nos faziam deslizar pela pista!

É como eu disse ....

Uma tremenda desfraldada alheia de verão.......

A verdade é que tu chega sozinho no mundo E sai do mesmo jeito.........

Às vezes reflito .....

E dentro do âmago..... coisas insólitas......

Vejo fotos.........

Uma macheia de desconhecidos!

As mais antigas então........

..................................................

Perdi mesmo uma parte da bagagem! Acabei de tirar coisas velhas do armário

Abc, cartilhas, retratos, livros antigos, fitas k7, Brinquedos, baralhos, um antigo amor!

Outros mais novos.......

Uma fração de coisas que são difíceis de se livrar........

Eu espero nunca voltar aqui!!!! Pois......

Um lindo desnudado, belo, transversal e paralelo horizonte...

Esta a nascer.............

Analisando eu estes termos..... complemento que............

Um tanto de manchas retinidas clarearam.....

E na sacada tomando um café....

Passarelando de um lado pro outro imaginei......

Depois de ver uma reportagem...

Pinguins azuis aparecendo Limpos, sem óleo.

Penso em ser, Penso que sou!!!!!!!!!

Um astronauta...............

..............................

..................................

...............................................

.....................

...........

Virando de frente torneando caminhos,

Por outras partes do vasto negro vivo pluríverso!

Me embriagando e brindando a existência com Saquê e Água Benta.

E indiscretamente,

Não deixando de dizer o que na verdade sinto!!!!!!!!!!!

Nada mais se empilhara. Prometo...

..........................

Indico pacificamente a proporção que idealizo Incluindo os pensamentos aqui propostos!

!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Por conseguinte,

Hoje não levarei meus personagens pra cama............

Desprenderei minhas mascaras,

E com uma tremenda normalidade direi:

- Pra tudo tem, Pra tudo existe,

Pra tudo que for.....

Admoeste tudo o que experimentar de ruim, E não sobreviva

E sim...

Exista sem se accaparer.....................

Baixar livro