back
Baixar App Lera
icon 0
icon Loja
rightIcon
icon História
rightIcon
icon Sair
rightIcon
icon Baixar App
rightIcon
O LÍDER NÃO ACONTECE POR ACASO

O LÍDER NÃO ACONTECE POR ACASO

WAGNER LUIZ MARQUES

4.9
Comentário(s)
2.5K
Leituras
24
Capítulo

A ternura do ideal: No homem reside toda ideologia, o amor, a fé, a esperança, o querer, o ser, o vencer, o lutar, em si o homem tem o poder de querer, o que falta é acreditar mais em si mesmo. Para que o homem consiga reunir todos os ideais de sucessos, basta buscar na sua própria face a harmonia de conquista, e trazer para si a esperança de querer ser mais e mais. O homem é um ser idealizado por Deus, por isso que a paz deve reinar constantemente no seu interior, conduzindo com fraternidade o seu semelhante e trazendo para si a garra de vencer honestamente todas as suas batalhas, de forma humilde, real e sem sombra de duvida não necessitando a nenhum momento ter inveja ou mesmo passar para traz o seu semelhante. O talento e o ideal do homem habita dentro da sua própria matéria, compartilha com a inteligência e faz-se transformadora de vitórias. A vida lhe concede a verdade e a esperança, faz distribuir flores nas palavras proferidas a seu semelhante, idealiza troca de informações um para com o outro, e assim faz descobrir o comportamento de seu semelhante e a maneira a se tornar um grande líder perante o grupo que o rodeia. A vitória só consegue com a integração da sabedoria com a inteligência, ou seja, o homem deve ser sabedor dos seus objetivos e inteligente em alcançá-los, sendo assim o homem atinge o seu maior desafio chegando ao domínio e respeito, ou seja, isto é a liderança procurada constantemente pelo próprio homem.

Capítulo 1
O LÍDER NÃO ACONTECE POR ACASO

A natureza demonstra-nos o caminho da verdade e da vida, pois ela nos faz refletir a conduta e a esperança da nossa caminhada.

Nem sempre o que vemos é a verdade, mas o que sentimos faz refletir o verdadeiro momento da vida.

Ao ver uma árvore seca, analisamos dor, perca, fim, mas na realidade o que devemos mesmo é refletir o que de bom esta árvore pode nos proporcionar.

Na essência da vida esta árvore pode nos dar mão-de-obra para cortarmos, mão-de-obra para construirmos, isto proporciona transformação em móveis e imóveis ou até mesmo transforma-se em adubo orgânico.

Veja o quanto de bom pode transformar uma imagem sem vida, mas depende exclusivamente de querer, de fazer, de agir e sobre tudo vontade de se transformar.

Para a humanidade não é diferente, muitas vezes vemos as pessoas pela sua imagem e esquecemos do seu interior. É através do interior humano que devemos julgar as pessoas, pelos atos, pelas ações, pela conduta que pratica no dia-a-dia em relação ao seu semelhante. Nunca podemos julgar as pessoas pela imagem externa, esta imagem pode nos enganar plenamente.

Mas em hipótese alguma podemos considerar perdido um ser humano, pois ele pode ser transformado em pessoa com índole boa, desde que ele próprio deseja ser mudado e o seu semelhante colabore para com a sua transformação.

Ao despertar no horizonte:

O dia amanhece, escutamos a felicidade dos pássaros entoando sons de alegrias e trabalhos realizados na sua humilde vida animal, levantamos, colocamos nossa face amanhecida ao novo dia, avistamos ao longe os raios do sol sobrepondo as nuvens, rasgando a penumbra deixada da noite e colocando-nos na caminhada da vida.

Lavamos a linda face do amor, nos arrumamos como um rei, por mais simples que seja nossas roupas, sentamos em uma poltrona de alegria, não importando ser coletivo ou importado, mas somos felizes por termos um caminho a percorrer e nos utilizarmos todos os dias por ter trabalho a realizar, não analisando a função, mas realizando com qualidade, eficácia e eficiência cada ato praticado nas dependências profissionais.

A ternura do ambiente nos faz luz radiada pelo orvalho seco e pela força do sol que esplandece o nosso interior, de ternura, amizade e fraternidade perante o nosso próximo.

Nos colocamos fora do portão e avistamos novamente o horizonte da vida, a meiguice da felicidade, e fazemos descobrir a ternura dos pássaros, que a muito antes de nós já estão praticando seu trabalho com amor, pois quem presta serviço nas graças da alegria sem pedir nada de volta, são seres divinos que precisam ser reconhecidos e respeitados com amor, alegria e satisfação de compartilhar o mesmo espaço terrestre.

Caminhamos passos largos para busca de nossa sobrevivência, viajamos longe ou perto, mas com um único propósito, alcançar o respeito e a liberdade perante o próximo.

Confraternizamos a beleza da amizade, descobrimos o carinho do próximo, avistamos a esperança, a alegria da boa nova, o vento da ternura.

Chegamos ao destino, descemos, entramos e praticamos o ideal da sobrevivência, cumprimentamos o ser igual ao nosso ser, damos ar de felicidade, demonstramos alegria e fazemos de si o ambiente confortador de nossa face.

A caminhada continua, as máquinas no mesmo lugar deixado ontem, nos ajeitamos, chamamos a face empreendedora da alegria, a força de conseguir idealizar o obscuro da clareza, fazer confiar em si e ser confiado.

• Demonstrar ordem e carinho;

• Demonstrar força e afeto;

• Demonstrar persistência e paz;

• Demonstrar equilíbrio e clareza;

• Demonstrar felicidade e sabedoria;

• Demonstrar garra e fé;

• Demonstrar talento e humildade;

• Demonstrar ternura e honestidade;

• Demonstrar amor e carinho.

Em si fazer tudo aquilo que você deseja, e mais ainda fazer ser líder de esperança e força.

Baixar livro