icon 0
icon Loja
rightIcon
icon História
rightIcon
icon Sair
rightIcon
icon Baixar App
rightIcon
Capítulo 5
Voltar para casa com ele
Palavras: 986    |    Lançado em: 25/10/2022

Quando os três saíram, Martin finalmente se levantou lentamente, usando a bengala para achar seu caminho até Rebecca. "Vamos embora agora? Acho que devemos fazer uma visita ao Yosef."

Rebecca olhou para ele e soltou um suspiro longo e resignado antes de se levantar. Naquele momento ela se sentia totalmente perdida, sem saber o que fazer. Ela não tinha nenhum controle sobre a situação e as coisas não dependiam mais dela.

Rebecca cerrou os dentes com força e se pôs a caminho da porta, sem perceber que a bengala de Martin estava em seu caminho, aparentemente por mera coincidência. Então, sem conseguir evitar o tropeção, seu corpo foi lançado para frente. Ela caiu aos pés de Martin, agarrando as calças dele e se pressionando contra a virilha do homem, era uma situação um tanto constrangedora.

"Nossa! Você está certamente bastante entusiasmada!", comentou ele, rindo. "Será que você está pensando que poderíamos ter um momento apaixonado? Não pense demais, já que tenho certeza de que você ficará mais do que satisfeita!" Martin parecia estar insinuando para ela. "Meus olhos podem não funcionar, mas estou totalmente funcional lá embaixo."

Ao ouvir o comentário insinuante, Rebecca ficou vermelha como um pimentão e, entrando em pânico, ela se levantou o mais rápido que podia e saiu correndo da sala, sem dizer uma palavra e nem mesmo olhar para trás. Assim que se viu do lado de fora, ela levou a mão ao rosto para tentar acalmar a vermelhidão. Repousando a mão levemente sobre a bochecha, ela podia sentir o ardor em sua palma, como se estivesse com febre.

No entanto, parecia que ela era a única a achar que a situação bastante embaraçosa. Martin agia como se nada de mais tivesse acontecido, como se tudo fosse normal e só voltou a falar depois que os dois estavam sentados dentro do carro. "Meu pessoal descobriu o paradeiro de Yosef. Ele se encontra no Kaiser Century, número 107, na Myron Road. Você sabe onde fica?"

Rebecca assentiu instintivamente com a cabeça, mas logo se lembrou que ele não podia ver o seu gesto e falou rapidamente: "Sei, sim."

Aquele era o endereço do apartamento que ela compartilhou com Yosef. Eles tinham se mudado para lá logo após o casamento e visitavam a casa de Swain apenas ocasionalmente.

"Ótimo! Então, vamos para lá."

O apartamento era grande e espaçoso, com acesso individual do elevador. Rebecca colocou o dedo sobre o local de leitura biométrica, felizmente, sua digital ainda não tinha sido deletada. Ela entrou no elevador, seguida por Martin e os guarda-costas e rapidamente se puseram a caminho do apartamento no trigésimo sexto andar.

Ao saírem do elevador, Rebecca e Martin se encaminharam para a entrada e ouviram uma voz de mulher vindo do interior do apartamento. "Ai! Você é tão grande... Mas é delicioso mesmo assim... Vamos, mais rápido! Quero mais!"

Ao ouvir os murmúrios da mulher, o corpo de Rebecca se tensionou por instinto. Através do lindo biombo vazado, ela podia ver a silhueta de um homem e uma mulher, completamente nus, entrelaçados no sofá da sala de estar.

Ela logo reconheceu sua melhor amiga, Paige Potter, montada em cima de Yosef. Seus movimentos para cima e para baixo tiravam gemidos dos lábios vermelhos e delicados da garota toda vez que ele metia com mais força. As mãos de Paige se apoiavam sobre o peito musculoso do homem, o rosto dela completamente enrubescido de prazer enquanto seu corpo se contorcia com luxúria.

"Ai, baby, você é deliciosamente apertada!"

Yosef a segurava com força pela cintura, conduzindo o ritmo da sincronia entre os dois. Junto com os gritos e gemidos dos dois, podia-se ouvir distintamente o som molhado dos corpos batendo ao ritmo de cada penetrada, o que parecia deixá-los ainda mais loucos de prazer, aumentando a excitação dos dois.

"Você é realmente uma putinha!"

"Ai, Yosef!", gritou Paige sem conseguir conter o prazer que sentia. "Mais devagar! Você está me deixando louca! Você sempre soube que eu sou uma puta. Não é isso que você gosta? Ou você prefere que eu seja recatada e inocente como Rebecca? Ah... Continue assim. Vamos, mais rápido, Yosef!"

"De jeito nenhum, transar com Rebecca deve ser como foder um corpo morto ainda quente. Não acho que ela consegue me excitar do jeito que você, baby. Você é tão gostosa!"

Ouvindo os sons que os dois produziam e a conversa que travavam, Rebecca ficou tão desconcertada que seu couro cabeludo começou a formigar. No entanto, ela trincou os dentes corajosamente enquanto era tomada por uma série de emoções conflitantes, que sacudiam o seu corpo inteiro.

Bem, ótimo!

Naquele momento, um tom baixo de repente soou nos ouvidos dela, assustando-a. "Bem, eu acho que ele não poderia estar mais errado."

Pega completamente de surpresa, Rebecca quase deu um grito de susto, mas conseguiu cobrir a boca com a mão a tempo de abafar o som. A cena à sua frente a tinha chocado tanto que ela tinha se esquecido que Martin estava ali a seu lado.

"Se ele não consegue fazer com que a mulher com quem está transando responda ao toque dele, certamente ele é o problema."

Enquanto Martin expressava sua opinião no ouvido de Rebecca, o sons que os dois no sofá da sala emitiam se tornavam cada vez mais altos e excitados.

"Ah! Não consigo mais segurar, vou gozar!"

"Ah! Venha! Goze gostoso!"

O corpo de Yosef se contraiu por alguns segundos enquanto seu rosto se contorcia de prazer. Em seguida, ele e Paige pararam abruptamente de se mexer e emitir sons.

Exausto, Yosef saiu lentamente de dentro de Paige, podendo ver parte de seus fluidos escorrem de dentro dela. Com um sorriso malicioso, ele se inclinou para frente e pegou a caixa de lenços de papel que estava sobre a mesa de centro. Pegando vários lenços displicentemente, ele se secou e jogou os lenços usados na cesta de papel com um gesto despreocupado.

Reclame seu bônus no App

Abrir
1 Capítulo 1 Tentativa de homicídio2 Capítulo 2 Paixão no carro3 Capítulo 3 Pedindo ajuda4 Capítulo 4 Você é virgem 5 Capítulo 5 Voltar para casa com ele6 Capítulo 6 Ela não tem familiares7 Capítulo 7 Obviamente parcial8 Capítulo 8 Perfume9 Capítulo 9 Quero passar a noite na sua casa10 Capítulo 10 Viver juntos11 Capítulo 11 Pura calúnia12 Capítulo 12 Bisbilhotando13 Capítulo 13 Acidente14 Capítulo 14 Um bom negócio15 Capítulo 15 Seu tamanho16 Capítulo 16 Você já é minha esposa17 Capítulo 17 Ela estava sozinha18 Capítulo 18 Transe comigo19 Capítulo 19 Você concordou 20 Capítulo 20 E se fosse eu 21 Capítulo 21 Sem queixas22 Capítulo 22 Envergonhada demais para ver Martin23 Capítulo 23 Um bom negócio24 Capítulo 24 Agir de acordo com o meu roteiro25 Capítulo 25 Ela havia dito algo errado 26 Capítulo 26 Sentimento opressivo27 Capítulo 27 Um cunhado mal-intencionado28 Capítulo 28 Não abuse da sorte29 Capítulo 29 O que eles estavam procurando 30 Capítulo 30 Um azar31 Capítulo 31 Vamos para casa32 Capítulo 32 O próprio Corno33 Capítulo 33 Engravide o mais rápido possível34 Capítulo 34 Aproveite a oportunidade35 Capítulo 35 Sua primeira vez36 Capítulo 36 Um beijo37 Capítulo 37 Você não gostou 38 Capítulo 38 Calúnia pura39 Capítulo 39 Arruinar sua reputação40 Capítulo 40 Contra ataque41 Capítulo 41 Tratamento de beleza42 Capítulo 42 As câmeras de vigilância no escritório43 Capítulo 43 Por que eu ajudaria você 44 Capítulo 44 Provocar e fugir45 Capítulo 45 Desejo inegável46 Capítulo 46 Xingamentos47 Capítulo 47 Provocação48 Capítulo 48 A tendência da opinião pública49 Capítulo 49 Teste50 Capítulo 50 O que você está fazendo 51 Capítulo 51 Quem era aquela mulher 52 Capítulo 52 Mais poderoso do que ela imaginara53 Capítulo 53 A filmagem foi adulterada54 Capítulo 54 Desistir dela por enquanto55 Capítulo 55 Conheça Bagot56 Capítulo 56 O avô de Martin57 Capítulo 57 Família disfuncional58 Capítulo 58 A cegueira pode ser herdada59 Capítulo 59 Espião desconhecido60 Capítulo 60 O controle da sua família61 Capítulo 61 Mudança de planos62 Capítulo 62 Vomitando63 Capítulo 63 O bebê não é dele 64 Capítulo 64 Eu não posso me divorciar dele65 Capítulo 65 Ridículo66 Capítulo 66 Eu te prometo67 Capítulo 67 Ela me deu uma pílula68 Capítulo 68 Drogada69 Capítulo 69 Por favor me ajude70 Capítulo 70 Realmente grávida71 Capítulo 71 Notícia chocante72 Capítulo 72 Ficar com raiva73 Capítulo 73 Um ás na manga74 Capítulo 74 Você está ferido 75 Capítulo 75 Você vai ficar com este bebê 76 Capítulo 76 Estou com o resultado do seu exame77 Capítulo 77 Ocultação78 Capítulo 78 Nada para se preocupar79 Capítulo 79 Cópia dos vídeos de segurança80 Capítulo 80 Pai do bebê81 Capítulo 81 Eu tenho provas82 Capítulo 82 Fale comigo olho no olho83 Capítulo 83 Saudade do seu gosto84 Capítulo 84 Podemos fazer isso secretamente85 Capítulo 85 Eles haviam sido adulterados86 Capítulo 86 Ela não podia ficar com o bebê87 Capítulo 87 Aviso de desaparecimento88 Capítulo 88 Também sou sua filha89 Capítulo 89 Você deve fazer isso de novo90 Capítulo 90 Na minha medida91 Capítulo 91 Fazê-la se apaixonar por ele92 Capítulo 92 Faltam dois meses93 Capítulo 93 Grace veio para verificar94 Capítulo 94 Criando oportunidades95 Capítulo 95 O que eu ganho com isso 96 Capítulo 96 Longe de ser suficiente97 Capítulo 97 Sobre esse dinheiro98 Capítulo 98 Teve um caso99 Capítulo 99 Onde está o laptop 100 Capítulo 100 Chegar ao fundo