back
Baixar App Lera
icon 0
icon Loja
rightIcon
icon História
rightIcon
icon Sair
rightIcon
icon Baixar App
rightIcon
Caça-Trevas: O Mal em Solar

Caça-Trevas: O Mal em Solar

jaobardo

4.8
Comentário(s)
2.5K
Leituras
14
Capítulo

O Mal é o Mal. Disto todos sabem, mas... O que é o Mal? Ou melhor, quem é o Mal? Um homem? Uma mulher? Um monstro? Será que somos apenas veículos para ele? Karl vivia uma vida comum, criando sozinho sua pequena Elena, ele desconhecia e desacreditava do Mal. Afinal, estas questões religiosas nunca o interessaram. Vivendo de sua caça e de sua vontade, Karl levava um dia após o outro, apenas existindo. Porém toda sua vida mudou radicalmente quando as trevas se achegaram em Solar, trazendo com elas algo que ninguém nunca experimentou naquele lugar. Visões e aparições atormentam a todos na vila, ninguém entende o que está acontecendo. A terra não produz frutos, os animais estão assustados, o clima é gélido, os dias são sombrios e as noites são mortas. O que está havendo? Será apenas um tempo incomum ou algo mais profundo e sombrio está agindo? Ninguém mais é confiável, nem o melhor amigo de Karl, Sam. A amizade outrora forte entre os dois agora pode sucumbir junto a tudo. Karl tem apenas um objetivo: proteger Elena de qualquer um que tentar machucá-la. O Mal veio mesmo para Solar? Ou ele sempre esteve lá? Karl não faz ideia, nem você faz. Então ele (e talvez você) terá que lutar contra as trevas que vêm de fora, e acima de tudo, as que exalam de dentro. ⚠️ALERTA DE GATILHO⚠️ VIOLÊNCIA EXPLÍCITA

Capítulo 1
Prefácio

Olá, caro leitor. Sinta-se bem-vindo à esta história. Eu sou Jão Bardo. Antes de qualquer coisa, o que é um "Bardo"? Ficarei feliz em lhes contar: um bardo, também chamado de aedo, na Europa antiga, era uma pessoa encarregada de transmitir histórias, mitos, lendas e poemas de forma oral, cantando as histórias do seu povo em poemas recitados. Era ao mesmo tempo músico, poeta, historiador e moralista.

Modéstia a parte, não me considero um exímio contador de histórias, tanto orais quanto escritas. Na verdade, este é o primeiro livro que realmente levo à sério. Foram noites e mais noites pensando e repensando coisas, acrescentando e retirando fatos, backgrounds e tentando aprender a como contar algo que envolva alguém. Pus muitas horas e muita vontade nas páginas deste livro, o que para mim, já é uma vitória.

Já fique sabendo que esta história não é única. Haverá mais, sendo esta a primeira de todas. Há um grande mundo de fantasias em minha mente, e eu darei vida a ele, se puder.

Sinceramente, dá um certo nervoso finalmente postar isso, mas nunca chegarei a lugar nenhum se não me esforçar. Uma viagem de mil quilômetros se inicia com um único passo. E este livro é meu primeiro passo.

Agora, vire a página, amigo leitor. Adentre a história de Karl em Solar, e algumas outras coisas extras que haverá ao fim do livro. Dê-me sua opinião, dê-me sua visão e eu tentarei enxergar através dela.

Atenciosamente, Jão Bardo.

Baixar livro