icon 0
icon Loja
rightIcon
icon História
rightIcon
icon Sair
rightIcon
icon Baixar App
rightIcon
Capítulo 3
Armadilha mortal
Palavras: 867    |    Lançado em: 02/03/2022

Fomos para um lugar não muito longe dali. Era uma cidade turística chamada Tonyin. Levamos cerca de duas horas para chegar lá de carro depois que saímos de casa.

As acomodações para os hóspedes na pousada em que ficamos eram bem rústicas, sendo constituídas por cabanas de madeiras espalhadas em meio ao campo. Shane escolheu uma que ficava mais afastada e junto da montanha, dizendo que deveria ser a mais tranquila de todas.

Quando ele abriu o porta-malas para pegar nossas coisas, vi que havia um kit cirúrgico lá dentro também.

Por isso olhei para ele confusa.

"Você está grávida, trazê-la aqui pode ser um pouco arriscado, não concorda? Achei melhor estar preparado para qualquer eventualidade", Shane explicou.

Assim que terminamos de acomodar nossa bagagem na cabana, fomos visitar os principais pontos turísticos de Tonyin.

Como eu estava grávida, caminhava lentamente e, para minha sorte, ele não parecia estar com pressa alguma. Fiquei surpresa que Shane diminuiu seu passo para ficar ao meu lado e tampouco se esqueceu de me ajudar quando começamos a subir a montanha.

A maneira como estava falando e se comportando era digna de um bom marido. Isso me fez pensar que talvez eu realmente estivesse imaginando coisas demais e sendo paranoica sobre o que aconteceu no escritório dele. Podia muito bem ser que ele só estivesse procurando se excitar em uma videochamada com alguma amiga online, nada além disso.

No meio da montanha, me senti exausta, por isso me sentei em um patamar para descansar.

Nesse momento, Shane apontou para algumas árvores floridas bem próximas à encosta, falando que o cenário ali era pitoresco. Sugeriu de tirarmos fotos minhas ali.

Sendo assim, me sentei ao lado de uma árvore dessas. Shane falou que o ângulo não estava muito bom, por isso dei uns passos para trás conforme ele pediu. Nem um segundo depois, resvalei em uma pedra solta e rolei montanha abaixo.

Ao pensar na criança que carregava em meu ventre, senti um desejo imperioso de sobreviver. Depois de rolar várias vezes, consegui me segurar em uma árvore.

Embora não tivesse morrido, conseguia sentir a dor subindo do meu baixo ventre. Não demorou muito para que eu ficasse coberta de suor devido à força que estava fazendo. Ainda assim, me recusei a soltar a árvore.

Tinha um mau pressentimento de que a criança no meu útero corria perigo.

Após algum tempo, vários turistas e funcionários do local correram para me ajudar. Eles vieram de todas as direções, visivelmente em pânico.

"Eu sou o marido dela!", Shane gritou. "E médico obstetra", acrescentou.

Então, se espremendo no meio da multidão, ele me pegou no colo e correu montanha abaixo.

Me agarrei em suas roupas com força, suplicando com a voz fraca: "Amor, faça o que for preciso para salvar nosso filho."

Enquanto ele se movimentava rapidamente, olhando sempre para a frente, respondeu: "Não se preocupe."

Contudo, tristemente nosso filho foi perdido no processo. Como se tratava de uma emergência, Shane precisou induzir o parto.

Quando acordei, o céu já estava escuro e meu marido não estava ao meu lado.

Conferi meu celular e vi que já passavam das dez horas da noite.

Me perguntei onde Shane teria ido a essa hora da noite.

Me levantei da cama para procurá-lo. Contudo, quando cheguei perto da porta, escutei alguém conversando lá fora e parei para prestar atenção.

"Ela teve muita sorte dessa vez, mas não se preocupe. Pelo menos o bebê já se foi", escutei a voz de Shane dizer.

As palavras dele foram como um relâmpago me atingindo, me chocando até o âmago.

Não conseguia acreditar no que ouvi. Na verdade, não queria admitir que aquilo estava realmente acontecendo. Cambaleei para trás, mal ficando em pé contra a parede.

Mordi as costas da minha mão com força, me forçando a ficar em silêncio. No entanto, não consegui segurar minhas lágrimas.

Caí, sem duvidar nem por um momento, na armadilha dele.

No final das contas, o homem com quem fui casada por dois anos inteiros, que todos achavam se tratar de um anjo, na verdade era o diabo em carne e osso.

Me dei conta que estava errada em várias coisas. Nunca deveria ter dado asas às minhas crenças sobre o amor.

Assustada e atônita, voltei para a cama para fingir que ainda dormia.

Após algum tempo, Shane voltou e se sentou ao meu lado. Quando confirmou que eu não havia acordado, se levantou e saiu.

Assim que ele deixou o quarto, me levantei em um pulo e corri até a janela para olhar.

Vi a figura diabólica do meu marido se perder lentamente no meio da noite. O que mais me chamou a atenção foi o saco preto que ele carregava em sua mão.

Por algum motivo, meu instinto me mandou segui-lo.

Meu coração dizia que o meu filho estava dentro daquele saco.

Com essa certeza cada vez mais consolidada dentro de mim, senti uma onda de dor subindo pelo meu corpo e querendo me sufocar.

Vendo que ele já estava bem distante, peguei meu celular e corri para fora, vencendo a fraqueza que sentia depois do aborto. Não me importava se meu útero ainda sangrava, só queria deixar aquele lugar o mais rápido possível.

Reclame seu bônus no App

Abrir
1 Capítulo 1 No escritório2 Capítulo 2 Os sons da escuta3 Capítulo 3 Armadilha mortal4 Capítulo 4 Uma noite desesperadora5 Capítulo 5 Você não tem medo que eu a engane 6 Capítulo 6 Sua sabedoria e meu constrangimento7 Capítulo 7 A verdade chocante8 Capítulo 8 Eu estava cega 9 Capítulo 9 Acredito em mim10 Capítulo 10 Promessas baratas dos homens11 Capítulo 11 Um encontro constrangedor12 Capítulo 12 Dez mil dólares13 Capítulo 13 A proteção dominante dele14 Capítulo 14 Tão agradável de ouvir15 Capítulo 15 Não seria bom para nenhum de nós adiar isso16 Capítulo 16 Ele me protegeu ferozmente17 Capítulo 17 Para que todos saibam seu nome18 Capítulo 18 Eu gosto do seu gosto ímpar19 Capítulo 19 Na mesa de cartas20 Capítulo 20 Dinheiro insuficiente21 Capítulo 21 Não pode ser pago apenas com um copo de cerveja22 Capítulo 22 Ele estava destinado a perder23 Capítulo 23 Gravação como evidência24 Capítulo 24 Uma sensação de lar25 Capítulo 25 Como uma mulher casada pode ser tão simplória quanto uma donzela26 Capítulo 26 Uma grande perda27 Capítulo 27 Ao vivo28 Capítulo 28 Uma afronta29 Capítulo 29 Me teste para ver30 Capítulo 30 É completamente legal31 Capítulo 31 Homens não conseguem resistir a tanta tentação32 Capítulo 32 Solteiro novamente33 Capítulo 33 Não sei andar de bicicleta34 Capítulo 34 Atividades físicas podem fazer as pessoas felizes35 Capítulo 35 Eu quero você36 Capítulo 36 Não era uma piada37 Capítulo 37 Dormi com você porque queria me casar contigo38 Capítulo 38 Não perca seu tempo com gente insignificante39 Capítulo 39 Porque seu marido adora você40 Capítulo 40 Tudo que vê aqui é seu41 Capítulo 41 Conversas mundanas42 Capítulo 42 A verdade revelada43 Capítulo 43 Você é cego 44 Capítulo 44 Minha esposa se chama Eveline45 Capítulo 45 Não tenho como te dar um casamento por enquanto46 Capítulo 46 Com raiva pela primeira vez47 Capítulo 47 Por que você está sendo tão selvagem48 Capítulo 48 Você está testando o limite da minha paciência49 Capítulo 49 Uma boa refeição50 Capítulo 50 Posso arruinar a reputação dele51 Capítulo 51 Uma mulher boa de briga52 Capítulo 52 Ela é minha mulher53 Capítulo 53 Por que você se casou com uma mulher divorciada54 Capítulo 54 Você está satisfeito 55 Capítulo 55 Esperando por mim56 Capítulo 56 Limpe seu marido57 Capítulo 57 Muito sortudo58 Capítulo 58 Sou seu marido e você é minha esposa59 Capítulo 59 Um gato que gosta de comer peixe60 Capítulo 60 Fotos antigas61 Capítulo 61 Para ser telefonista62 Capítulo 62 Por que foi se casar com meu pai63 Capítulo 63 Quem é a vadia 64 Capítulo 64 Não faça nada com ela65 Capítulo 65 Depois de uma noite louca66 Capítulo 66 Ele não dormiu comigo67 Capítulo 67 Compras impulsivas68 Capítulo 68 Vida de casado69 Capítulo 69 Tendo meu coração partido70 Capítulo 70 Perseguição71 Capítulo 71 Sou o assistente do senhor Sullivan72 Capítulo 72 Vamos nos divorciar73 Capítulo 73 Ficando por uma noite74 Capítulo 74 Desentendimento75 Capítulo 75 O CEO76 Capítulo 76 Seu marido é aquele que se esforçará77 Capítulo 77 O seu pai tem a mente aberta78 Capítulo 78 O casamente será maravilhoso79 Capítulo 79 Obrigado por me deixar ir80 Capítulo 80 A retribuição deles81 Capítulo 81 Ele era a minha única família82 Capítulo 82 Você fez isso83 Capítulo 83 Meu marido é Derek84 Capítulo 84 Uma reviravolta do destino85 Capítulo 85 Meu primo está retornando do exterior86 Capítulo 86 Ele estava se vingando de mim87 Capítulo 87 O vocalista principal88 Capítulo 88 A cor da cueca89 Capítulo 89 Primo90 Capítulo 90 Eles estavam apaixonados91 Capítulo 91 Ela carecia de autoconfiança92 Capítulo 92 Deveria ter visto desde o início93 Capítulo 93 Não sou um homem estranho94 Capítulo 94 Precisamos conversar95 Capítulo 95 Quanto você quer 96 Capítulo 96 Meu amor não tem preço97 Capítulo 97 Loucamente apaixonados98 Capítulo 98 O novo médico99 Capítulo 99 Eu me arrependo100 Capítulo 100 Eu quis te irritar