icon 0
icon Loja
rightIcon
icon História
rightIcon
icon Sair
rightIcon
icon Baixar App
rightIcon
Capítulo 7
Incriminada
Palavras: 1011    |    Lançado em: 21/10/2022

"Sim, é esse mesmo!", Bill assentiu, sentindo-se um pouco irritado. "Esse foi o trabalho do Mestre Vincent Geoffrey! Se não fosse por aquele leilão beneficente, cujos rendimentos foram encaminhados para ajudar as crianças pobres, eu não poderia tê-lo comprado por um preço tão ínfimo!"

Vincent Geoffrey foi ninguém menos que o maior e mais famoso mestre das esculturas de jade do país, seu nome era simplesmente lendário nessa indústria. Como não teve filhos e nem fez discípulos, ninguém herdou sua incomparável habilidade e talento. Cada peça que o homem esculpiu se tornou uma obra-prima única, inestimável e insubstituível.

Jadee, uma das obras mais notáveis de Vincent, era pequena, quase do tamanho de um polegar, mas era de um requinte inestimável. Quando ela foi licitada num leilão beneficente, Bill conseguiu arrematar a peça por mais de um milhão de dólares. No entanto, logo descobriu-se que essa quantia ainda era muito pequena em comparação com o valor das outras obras proeminentes de Vincent. Era uma verdadeira raridade, mas agora ela estava desaparecida! Bill não podia acreditar que uma peça de jade tão preciosa pudesse ser extraviada desse jeito, sem deixar nenhum rastro.

Por conta de toda essa tensão, a atmosfera na sala assumiu um incômodo ar de estranheza. Estava claro que Bill parecia profundamente chateado porque, embora fossem muito ricos, aquela peça de jade valia uma fortuna.

Julie, por sua vez, estava muito mais calma que o marido, e nem sequer parecia se importar com todo o dinheiro desperdiçado. No entanto, como estava preocupada com outra coisa, a testa da mulher estava franzida. O que a estava incomodando foi o fato de que algo havia sumido dentro da sua casa, um tipo de incidente muito raro. Na verdade, essa foi a primeira vez que algo assim aconteceu.

"Senhor, senhora, não quero especular nada, mas... é possível que alguém tenha roubado a peça?", Lily quebrou o silêncio e ofereceu uma insinuação. Percebendo que conseguiu capturar a atenção de todos, ela continuou: "Assim como o senhor Jenkins disse, Jadee é uma peça preciosa demais para ser perdida assim. Se for um caso de roubo, talvez ainda possamos encontrar a escultura e pegar o culpado. Estou completamente disposta a deixar vocês revistarem a mim e ao meu quarto."

Ao ouvir isso, Bill acenou casualmente com a mão e respondeu: "Não há necessidade! Você é uma das empregadas domésticas mais bem avaliadas e recomendadas pelo centro de limpeza de Sheffield. Eles nos garantiram sua reputação, que até hoje me pareceu admirável. Além disso, você trabalha conosco nesta casa há muitos anos e nunca perdemos nada antes. Se fosse roubar algo, você deveria ter feito isso há muito tempo..."

Enquanto Bill falava, um pensamento urgente passou pela sua cabeça. Com um rosto confuso, ele perguntou: "Maria! Onde está aquela garota?"

Percebendo que o seu plano estava se desenrolando bem, Lily abriu um sorriso presunçoso. Apontando para fora da janela, ela explicou: "Maria se levantou mais cedo do que eu esta manhã. Quando a vi, ela já estava praticando karatê lá no quintal."

Embora essas palavras tivessem sido pronunciadas casualmente, havia uma sugestão deliberada nelas e isso não passou despercebido pelos outros. Como esperado, a família Jenkins passou a considerar uma nova possibilidade. Maria acordou mais cedo que Lily, o que significa que ela deveria se tornar a principal suspeita pelo desaparecimento da escultura. Se todos ainda estavam dormindo naquele horário, a garota poderia facilmente ter roubado a Jadee da bolsa de Vivian.

"Deve ter sido ela! Ninguém aqui poderia ter um motivo mais claro para fazer algo assim. Além disso, ela é a verdadeira estranha nesta casa!", Vivian gritou com os olhos arregalados, incapaz de manter a compostura. Apontando na direção da janela, ela continuou gritando na direção de Maria, mas como toda a villa era à prova de som, a garota não pôde ouvir absolutamente nada. Em vez disso, ela seguiu sua rotina, praticando karatê no quintal.

"Interessante... Os movimentos dela não são nada ruins", Julie disse, discordando de Vivian com os olhos semicerrados. "Ela parece relaxada demais para alguém que supostamente acabou de cometer um crime, não acham? Talvez, ainda seja muito cedo para dizer que foi ela quem roubou a peça."

Observando Maria atentamente, Bill concordou com a análise de Julie. "Vivian, sua mãe tem razão. Se Maria fosse culpada, acha mesmo que ela estaria aqui esperando para ser pega? Acho que não. Certamente, ela teria fugido daqui com a consciência pesada!"

Vivian, no entanto, não tinha dúvidas. Com os dentes cerrados, ela declarou: "Papai, mamãe, vocês estão sendo enganados! Isso pode significar que essa não é a primeira vez que ela faz isso! Não acham assustador pensar que essa garota consegue ficar tão calma depois de roubar algo? Ela nem sequer se sente culpada pelo que fez, vocês não entendem?"

Se sentindo persuadido pelas palavras de Vivian, Bill disse: "Bem, não poderemos ter certeza se não fizermos nada. Precisamos descobrir se ela está mentindo. Não vou tolerar esse tipo de comportamento dentro desta casa!"

Eventualmente, Lily foi chamar Maria para a sala de estar, onde os outros a esperavam.

Quando a garota entrou, ainda suando profusamente por conta do treino, suas mechas molhadas estavam grudando no seu rosto, mas ela não parecia nem um pouco envergonhada por isso. Estranhamente, esse visual desgrenhado a deixou ainda mais bonita.

"Maria, precisamos te perguntar algumas coisas", Bill anunciou no exato momento em que a garota entrou na sala. O homem fez o possível para manter uma expressão séria, tentando evitar que ela pudesse se preparar para o que estava por vir. No entanto, antes que ele pudesse continuar falando, Bill arregalou os olhos ao ver o que estava no pescoço de Maria. Era um pingente de jade, habilmente amarrado com um fio preto. Aquela joia parecia exatamente igual a que Vivian havia perdido há pouco.

"Jadee!", Vivian gritou ao ver o pingente de jade no pescoço de Maria. Daí em diante, ela não conseguiu parar de gritar de raiva: "Sua ladra! Você não apenas roubou Jadee, mas também teve a audácia de usá-la como se fosse sua?!"

Reclame seu bônus no App

Abrir
1 Capítulo 1 Sendo adotada2 Capítulo 2 Mestre M3 Capítulo 3 Novo lar4 Capítulo 4 Cozinhando macarrão5 Capítulo 5 As mentiras dos mestres6 Capítulo 6 A empregada perversa7 Capítulo 7 Incriminada8 Capítulo 8 O trabalho do mestre9 Capítulo 9 A imitação10 Capítulo 10 Vincent Geoffrey11 Capítulo 11 Anthony12 Capítulo 12 A armadilha13 Capítulo 13 O encontro14 Capítulo 14 Hotel Jade15 Capítulo 15 Você viu tudo16 Capítulo 16 Concordando com o noivado17 Capítulo 17 Yeez Entertainment18 Capítulo 18 Ela é minha irmã mais velha19 Capítulo 19 Mia20 Capítulo 20 Uma fã louca21 Capítulo 21 Um mal-entendido22 Capítulo 22 O diretor-chefe23 Capítulo 23 Na audição24 Capítulo 24 O diretor está muito aborrecido25 Capítulo 25 Audição de Vivian26 Capítulo 26 Por quanto tempo vou ter que te esperar 27 Capítulo 27 A audição de Maria28 Capítulo 28 Ela é a Mia29 Capítulo 29 Ataque de narcolepsia30 Capítulo 30 Christopher Carter31 Capítulo 31 Interrogatório32 Capítulo 32 O pedido de ajuda33 Capítulo 33 Patricia Hughes34 Capítulo 34 Convite para a festa35 Capítulo 35 Habilidade de Patricia36 Capítulo 36 Uma conversa com Maria37 Capítulo 37 Cozinhando para Julie38 Capítulo 38 Você é uma ladra39 Capítulo 39 A verdade e o castigo40 Capítulo 40 Vocês são todos iguais41 Capítulo 41 Um impasse42 Capítulo 42 Cale a boca43 Capítulo 43 Anthony está aqui44 Capítulo 44 A força da personalidade dele45 Capítulo 45 No banquete46 Capítulo 46 Quero ser a melhor amiga da melhor atriz47 Capítulo 47 Uma irmã implacável48 Capítulo 48 Por que você está aqui 49 Capítulo 49 Esqueceu a letra50 Capítulo 50 Tia Patricia é a melhor51 Capítulo 51 Convidou o grande mestre52 Capítulo 52 A idade de Mestre M53 Capítulo 53 O diretor54 Capítulo 54 O novo emprego de Maria55 Capítulo 55 A lista de nomes da equipe56 Capítulo 56 Peço desculpas a todos vocês em nome de minha irmã mais velha57 Capítulo 57 Por favor, perdoem minha irmã mais velha58 Capítulo 58 Por favor, mostre algum respeito ao Jay59 Capítulo 59 A bondosa Vivian60 Capítulo 60 O diretor-chefe interino61 Capítulo 61 Pergunte à senhorita Maria62 Capítulo 62 Assumindo o posto63 Capítulo 63 Vocês estão completamente errados64 Capítulo 64 A diretora interina65 Capítulo 65 Onde estão seus modos 66 Capítulo 66 Ela é apenas uma porta-voz67 Capítulo 67 Demitir a Maria68 Capítulo 68 Hesitação69 Capítulo 69 Eu sou o homem dela70 Capítulo 70 Um fã do trabalho original71 Capítulo 71 O chá72 Capítulo 72 O chá não é tão caro73 Capítulo 73 Grande diretor74 Capítulo 74 Fazendo pose de superior75 Capítulo 75 Eu irei colocar vocês para fora!76 Capítulo 76 Ninguém conhece a Mia melhor do que eu77 Capítulo 77 Você não está qualificado78 Capítulo 78 Dia de visita79 Capítulo 79 O almoço80 Capítulo 80 Maria é a diretora81 Capítulo 81 Ela não deve nada à família Jenkins82 Capítulo 82 Um jantar especial83 Capítulo 83 Mandy Hayes84 Capítulo 84 É muito comum85 Capítulo 85 Invasão do sistema86 Capítulo 86 Foi feito por Mestre M87 Capítulo 87 Ela é Mestre M88 Capítulo 88 Uma estranha89 Capítulo 89 Fã de jogos90 Capítulo 90 O jogador número um de esportes eletrônicos91 Capítulo 91 Ignore-a92 Capítulo 92 Ingressos VIP93 Capítulo 93 Ele era um novato naquela época94 Capítulo 94 Não se gabe disso95 Capítulo 95 Ela tinha ingressos VIPs96 Capítulo 96 Ingressos gratuitos97 Capítulo 97 Uma substituta98 Capítulo 98 Uma tia mal-humorada99 Capítulo 99 Língua afiada e coração mole100 Capítulo 100 A reação da família Jenkins