icon 0
icon Loja
rightIcon
icon História
rightIcon
icon Sair
rightIcon
icon Baixar App
rightIcon
Capítulo 15
Você viu tudo
Palavras: 1221    |    Lançado em: 21/10/2022

Maria, de repente, cambaleou para a frente. A cada segundo que passava, sua visão ficava cada vez mais turva. Felizmente, ela ainda conseguiu chegar à área externa dos banheiros, onde as pias compartilhadas ficavam localizadas.

Com sua consciência desaparecendo rapidamente, ela segurou a pia com ambas as mãos. Então, ela abriu a torneira para poder molhar o seu rosto. Mas para seu desespero, nada saía da torneira. Ela pensou que isso era uma coincidência bastante infeliz.

Hotel Jade era conhecido por ser o hotel mais luxuoso da cidade de Sheffield. Como poderia não haver água na pia? Isso era completamente inaceitável.

Um segundo depois, com o seu olhar periférico, ela viu vagamente uma placa ao lado da pia que dizia "EM REPARO".

Realmente era uma coincidência infeliz.

No entanto, ela não podia ficar de braços cruzados enquanto desmaiava em público. Desistir não era uma opção. Maria precisava fazer alguma coisa urgente antes que ela perdesse completamente a consciência.

Com o resquício do que sobrara de sua consciência, ela tentou entrar no banheiro, sabendo que deveria haver uma pia lá dentro. Mas ela estava realmente tonta demais para conseguir interpretar placas de orientação. Ela estava tão frágil que não conseguia mais determinar de que lado era o banheiro feminino. Incapaz de processar as informações a sua frente com clareza, Maria apenas seguiu seu instinto, escolhendo um lado e invadindo o interior do banheiro. Ela não tinha mais tempo para se importar se ela estava no banheiro feminino ou masculino.

Dentro do banheiro, ela correu para a pia e abriu a torneira. Finalmente, uma corrente de água fria saiu da torneira e ela conseguiu molhar seu rosto com ela.

Depois de jogar constantemente água no seu rosto por um tempo para estimular seus nervos faciais, a sonolência que Maria sentia acabou se dissipando e ela ficou totalmente acordada novamente.

No entanto, olhando rapidamente, ela conseguiu ver uma pessoa parada na frente do mictório mais próximo a ela.

Nesse momento, os olhos de Maria se arregalaram.

Espere um instante! Um mictório?! Isso significava que ela realmente havia invadido o banheiro masculino por engano, e alguém estava lá, presenciando seu erro estúpido.

O homem na frente do mictório era bem alto e estava vestindo um terno.

No entanto, ao vê-lo Maria ficou um pouco confusa, pois havia uma cadeira de rodas elétrica ao lado dele. Mas... Para que servia essa cadeira?

Claro, ela não tinha tempo para pensar sobre isso. Ela estava no banheiro masculino e tinha que sair de lá o mais rápido possível.

Além do mais, a atmosfera lá dentro já estava começado a ficar estranha. Ela não pôde deixar de se perguntar o que o homem estaria pensando dela, naquele momento. Sem dizer uma só palavra, Maria tentou sair do banheiro como se nada tivesse acontecido.

"Você viu tudo?"

O homem chamou Maria quando ela já havia se virado e fez uma pergunta inesperada.

Ao ouvi-lo, Maria parou de andar. Ela não podia acreditar que era isso o que ele estava interessado em perguntar a ela.

Ah, como ela estava envergonhada. O que esse homem estava pensando? Por que ele não podia simplesmente ignorá-la? Obviamente, ela não havia planejado entrar no banheiro masculino de propósito.

No entanto, sentindo que o homem continuaria com a sua insistência, ela cerrou os dentes e zombou friamente.

"Sim, eu vi tudo. Por um acaso, você vai me responsabilizar pelo que vi?"

Depois de dizer isso, Maria saiu do banheiro masculino sem olhar para trás. Ela costumava ser muito tranquila, mas agora, o ritmo dos seus passos estava muito apressado.

Logo após Maria sair do banheiro, o homem sorriu e se recostou em sua cadeira de rodas elétrica. Ele rapidamente se ajeitou antes de sair.

Ao sair do banheiro, Maria não voltou imediatamente ao café. Pelo fato de ela ter jogado água no rosto, seu colar ficou molhado e ela foi obrigada a se arrumar primeiro. Caso contrário, ela escutaria um sermão interminável de Bill sobre sua aparência degradante. Então, ela foi ao banheiro feminino e se certificou de que estava bem arrumada antes de voltar para o café.

"Ah, finalmente você voltou."

Com Maria de volta, Bill apontou para ela enquanto soltava um sorriso gentil não usual.

"Maria, estou feliz que você tenha chegado. Deixe-me apresentar-lhe este cavalheiro. Este é... Espere. O que há de errado com você?"

Antes que Bill pudesse terminar as apresentações, ele percebeu que Maria estava com uma expressão confusa, como se Anthony fosse uma assombração.

Apesar de Maria ter olhado apenas de relance para aquele homem no banheiro, ela imediatamente reconheceu que ele era o mesmo sujeito que estava sentado com Bill agora. Ela não se confundiria com algo tão óbvio. Afinal de contas, esse homem estava sentado na mesma cadeira de rodas elétrica que ela havia visto lá no banheiro masculino.

"Não... Não é nada demais."

Embora Maria estivesse em estado de choque por alguns segundos, ela imediatamente se concentrou para voltar a ficar calma. Recuperando a sua habitual calma, ela se sentou como se nada tivesse acontecido naquele banheiro.

Já que o homem do outro lado da mesa havia ficado em silêncio sobre o ocorrido, Maria também resolveu não dizer nada. A verdade era que, apenas Bill esteve falando todo esse tempo.

"Ah, está bem. Como eu estava dizendo, senhor Anthony Wilson, esta é minha filha Maria. Senhor Wilson, estou ciente de que o casamento entre você e minha filha foi planejado pelo seu avô. Entretanto, estou certo de que ele não sabia que na verdade, eu tenho duas filhas. Você já deve saber quem é a Vivian, pois ela é atriz. Por outro lado, Maria foi criada na pequena cidade de onde venho e, na verdade, ela é a minha filha mais velha. Como não tivemos muita oportunidade de falar sobre isso, acredito que possa ter tido algum tipo de mal-entendido. Em vez da minha filha mais velha Maria, acho que seu avô acreditava que Vivian seria sua futura noiva. Mas, acredito que você deva conhecer a tradição. A filha mais velha sempre deve se casar primeiro, então espero que você não se incomode em se casar com Maria. Além disso, ela é uma garota excepcional. Eu acredito que você não terá grandes problemas com ela. Ha-ha..."

Bill soltou uma risada nervosa, quando ficava tenso, não conseguia parar de falar.

Por outro lado, Maria não pôde deixar de zombar de Bill internamente.

A família Wilson, indiscutivelmente era uma das famílias mais ricas e poderosas da cidade de Sheffield. Maria estava se perguntando se Bill realmente achava que ele poderia enganá-los.

Embora parecesse que Bill estivesse dominando a conversa ativamente, na verdade, ele estava em uma posição passiva naquela situação. Não importava o quanto Bill tentasse fazer propaganda positiva de Maria, se esse noivado continuaria ou não, dependia exclusivamente de Anthony.

Sendo deliberadamente manipulado pela família Jenkins, Maria acreditava que Anthony poderia estar com raiva de Bill, por estar sendo exposto àquela cena ridícula.

"Está bem."

Nesse instante, Maria ficou surpresa e imediatamente saiu de seus pensamentos, quando ouviu a voz de Anthony. O homem bonito na cadeira de rodas parecia ser muito gentil, mas Maria pôde perceber um sorriso diferente em seu rosto.

"Seu nome é Maria, não é mesmo? Você não precisa se preocupar, senhor Jenkins. Eu sou a favor deste casamento com sua filha mais velha."

Reclame seu bônus no App

Abrir
1 Capítulo 1 Sendo adotada2 Capítulo 2 Mestre M3 Capítulo 3 Novo lar4 Capítulo 4 Cozinhando macarrão5 Capítulo 5 As mentiras dos mestres6 Capítulo 6 A empregada perversa7 Capítulo 7 Incriminada8 Capítulo 8 O trabalho do mestre9 Capítulo 9 A imitação10 Capítulo 10 Vincent Geoffrey11 Capítulo 11 Anthony12 Capítulo 12 A armadilha13 Capítulo 13 O encontro14 Capítulo 14 Hotel Jade15 Capítulo 15 Você viu tudo16 Capítulo 16 Concordando com o noivado17 Capítulo 17 Yeez Entertainment18 Capítulo 18 Ela é minha irmã mais velha19 Capítulo 19 Mia20 Capítulo 20 Uma fã louca21 Capítulo 21 Um mal-entendido22 Capítulo 22 O diretor-chefe23 Capítulo 23 Na audição24 Capítulo 24 O diretor está muito aborrecido25 Capítulo 25 Audição de Vivian26 Capítulo 26 Por quanto tempo vou ter que te esperar 27 Capítulo 27 A audição de Maria28 Capítulo 28 Ela é a Mia29 Capítulo 29 Ataque de narcolepsia30 Capítulo 30 Christopher Carter31 Capítulo 31 Interrogatório32 Capítulo 32 O pedido de ajuda33 Capítulo 33 Patricia Hughes34 Capítulo 34 Convite para a festa35 Capítulo 35 Habilidade de Patricia36 Capítulo 36 Uma conversa com Maria37 Capítulo 37 Cozinhando para Julie38 Capítulo 38 Você é uma ladra39 Capítulo 39 A verdade e o castigo40 Capítulo 40 Vocês são todos iguais41 Capítulo 41 Um impasse42 Capítulo 42 Cale a boca43 Capítulo 43 Anthony está aqui44 Capítulo 44 A força da personalidade dele45 Capítulo 45 No banquete46 Capítulo 46 Quero ser a melhor amiga da melhor atriz47 Capítulo 47 Uma irmã implacável48 Capítulo 48 Por que você está aqui 49 Capítulo 49 Esqueceu a letra50 Capítulo 50 Tia Patricia é a melhor51 Capítulo 51 Convidou o grande mestre52 Capítulo 52 A idade de Mestre M53 Capítulo 53 O diretor54 Capítulo 54 O novo emprego de Maria55 Capítulo 55 A lista de nomes da equipe56 Capítulo 56 Peço desculpas a todos vocês em nome de minha irmã mais velha57 Capítulo 57 Por favor, perdoem minha irmã mais velha58 Capítulo 58 Por favor, mostre algum respeito ao Jay59 Capítulo 59 A bondosa Vivian60 Capítulo 60 O diretor-chefe interino61 Capítulo 61 Pergunte à senhorita Maria62 Capítulo 62 Assumindo o posto63 Capítulo 63 Vocês estão completamente errados64 Capítulo 64 A diretora interina65 Capítulo 65 Onde estão seus modos 66 Capítulo 66 Ela é apenas uma porta-voz67 Capítulo 67 Demitir a Maria68 Capítulo 68 Hesitação69 Capítulo 69 Eu sou o homem dela70 Capítulo 70 Um fã do trabalho original71 Capítulo 71 O chá72 Capítulo 72 O chá não é tão caro73 Capítulo 73 Grande diretor74 Capítulo 74 Fazendo pose de superior75 Capítulo 75 Eu irei colocar vocês para fora!76 Capítulo 76 Ninguém conhece a Mia melhor do que eu77 Capítulo 77 Você não está qualificado78 Capítulo 78 Dia de visita79 Capítulo 79 O almoço80 Capítulo 80 Maria é a diretora81 Capítulo 81 Ela não deve nada à família Jenkins82 Capítulo 82 Um jantar especial83 Capítulo 83 Mandy Hayes84 Capítulo 84 É muito comum85 Capítulo 85 Invasão do sistema86 Capítulo 86 Foi feito por Mestre M87 Capítulo 87 Ela é Mestre M88 Capítulo 88 Uma estranha89 Capítulo 89 Fã de jogos90 Capítulo 90 O jogador número um de esportes eletrônicos91 Capítulo 91 Ignore-a92 Capítulo 92 Ingressos VIP93 Capítulo 93 Ele era um novato naquela época94 Capítulo 94 Não se gabe disso95 Capítulo 95 Ela tinha ingressos VIPs96 Capítulo 96 Ingressos gratuitos97 Capítulo 97 Uma substituta98 Capítulo 98 Uma tia mal-humorada99 Capítulo 99 Língua afiada e coração mole100 Capítulo 100 A reação da família Jenkins