icon 0
icon Loja
rightIcon
icon História
rightIcon
icon Sair
rightIcon
icon Baixar App
rightIcon
Capítulo 8
Festa de noivado (Parte 2)
Palavras: 3090    |    Lançado em: 13/06/2021

Ponto de vista de Sophia:

Quando Andrew entrou em nossa conversa, meus olhos automaticamente se viraram de onde ele tinha vindo e procurou por Daniel.

"Ele saiu." Eu olhei para ele quando respondeu minha silenciosa pergunta.

"Não estou perguntando por Daniel." Falei em tom defensivo.

"A sério? Mas suas ações sim. E não se preocupe, eu não estava me referindo a ele também", ele piscou para mim.

Jack simplesmente está parado na minha frente esperando minha reação, mas eu não dei nenhuma.

"Gosto de seu vestido, Sophia. Você fica mais bonita." Andrew falou depois de um tempo.

"Muito obrigada, Andrew, você também está."

"Eu também estou bonita?" Eu revirei os olhos. "Estou só brincando."

Nós continuamos nossa conversa com Andrew falando sobre música. E isso me deixou interessada. Jack e eu estávamos somente escutando a história dele e piadas cafonas. Jack também compartilhou seu amor pela música, porém, o problema é que a música não o ama de volta. Bem, ao contrário de Andrew, que nos mostrou algumas imagens de seus instrumentos musicais em casa. Mas é claro, eu permaneci em silêncio e não contei a eles sobre meu último trabalho na faculdade.

Eu também toco diferentes instrumentos musicais, contudo, o que eu mais gosto é minha guitarra. Eu tinha onze anos quando meu pai me ensinou a tocar instrumentos. Eu saí da minha escola de dança quando tinha dez anos, foi quando minha mãe nos deixou, eu simplesmente foquei no que meu pai queria para mim. E, um dia, ele voltou para casa com uma guitarra nas mãos, e ele me ensinou a como tocá-la, e foi aí que comecei a tocá-la.

Eu amava dança naquela época, porém, não tive chance a não ser parar, porque eu queria que meu pai fosse feliz apesar da ausência de minha mãe. Eu fiz todas as coisas que ele queria que eu fizesse, mas, de alguma forma, eu chamei isso de bênção disfarçada. Porque usei isso como meu trabalho de meio período na faculdade.

Andrew estava no meio de sua história sobre sua guitarra quando eu escutei a voz de uma mulher familiar atrás de mim. E o nome que ela me costumava chamar.

"Belle?"

Engoli em seco enquanto me virava lentamente para ver Rian, que estava parada a alguns passos de mim. Pisquei repetidas vezes meus olhos e meu queixo caiu quando me dei conta de que era realmente ela.

"Rian?"

Nossos olhos finalmente se encontraram, e minha boca ficou em formato de um 'A' e depois de um 'O' ao mesmo tempo. É um momento realmente surpreendente para mim. Aproximamo-nos uma da outra e nos abraçamos.

"O que está fazendo aqui?", nós duas perguntamos juntas.

Ela mordeu seu lábio inferior e não perdi o olhar que pôs na direção de Daniel, que estava carrancudo atrás dela.

"Vocês se conhecem?" Ele perguntou a nós duas.

"Você o conhece?" Também perguntei a ela, movendo meus olhos dela para Daniel.

"Humm... na verdade ele é meu irmão."

"Ooohhh..." Falei, em um estado completo de choque.

Que mundo pequeno que vivemos? Meu noivo, e futuro marido, é irmão de uma de minhas amigas de confiança desde a faculdade. A pessoa que compartilhei todos meus segredos e histórias não é ninguém menos a irmã mais nova de quem vou pedir emprestado o sobrenome daqui a duas semanas.

Nós todos ficamos em silêncio. Ninguém ousou falar, até que Daniel perguntou a nós duas com uma sobrancelha arqueada.

"Como vocês duas se conheceram?"

Com essa pergunta, Rian subitamente sorriu e pegou minha mão.

"Viemos da mesma universidade. Ela, na verdade, é minha mentora, e foi ela quem me introduziu à minha banda." Ela respondeu sorrindo... não... sorrindo com sarcasmo.

"Mentora?" Daniel franziu as sobrancelhas em interrogação.

"Sim, é uma longa história, Dani. E não me pergunte como, nem por que, por quê eu sei que você não está interessado."

Ela está o chamando de 'Dani', mas não foi isso que chamou minha atenção. Essas palavras dela 'você não está interessado' e, de alguma forma dentro de mim, eu realmente não preciso perguntar o que ela quis dizer com isso porque eu já sei a resposta.

Eu não perdi a troca de olhares deles e como Daniel olhou fixamente para sua irmã, porém, Rian, a Rian de sempre, apenas encolheu os ombros e se virou para o homem que estava atrás do irmão dela.

"Marido, ela é a nossa instrutora de dança que te falei da última vez."

Ela ignorou por completo seu irmão, mas não soltou minha mão.

"É sério?", o homem que ela chamou de marido perguntou. Também reparei no amor e no afeto de ambos quando ele olhou para ela.

"Sim. A propósito, marido, essa é Belle, minha mais linda mentora de canto e agora de dança. E Belle, esse é Alex, meu marido." Ela sorriu enquanto nos introduzia um ao outro. Daniel apenas assistiu atrás dela.

"Nossa! Você é muito talentosa, Belle. É um prazer conhecê-la finalmente."

Alex estendeu sua mão para me cumprimentar e eu aceitei com bom agrado.

"Meu obrigada. É um prazer conhecê-lo também, Alex." Dediquei um sorriso de apreço a ele.

"Belle, bem-vinda à família."

Rian disse com um sorriso enquanto me abraçava novamente. Conheço esse sorriso, é sincero, porém, há algo escondido nele. Perguntas.

"Por que você está chamando-a de Belle?", perguntou Daniel, já que ninguém estava falando com ele no grupo.

Ela revirou os olhos antes de mostrar um sorriso malicioso.

"Ahh... meu querido irmão mais velho. Tsk. Tsk. Tsk. Eu a chamo de Belle porque é seu apelido verdadeiro. E, você sabe qual é o verdadeiro nome dela? É Sophia Ysabelle Del Mundo", depois ela sorriu com doçura.

Não pude me controlar meu próprio sorriso se rastejando nos meus lábios pela maneira como ela falou com seu irmão. Estava a ponto de falar alguns comentários, mas meu celular tocou e uma mensagem de Craig apareceu na tela. Ele está perguntando a respeito do que está acontecendo na festa. Não o respondi, simplesmente coloquei meu celular no bolso de vestido.

"Você também ama 'Bob Esponja Calça Quadrada' Belle?"

"An?", perguntei confusa. A voz dela estava um pouco alta e os meninos próximos a nós se viraram para ela, especialmente Daniel e Alex.

"Humm... sim. É fofo." Eu respondi, tendo nenhuma ideia do que se passava na cabeça dela.

"Bob Esponja Calça Quadrada... hum... sim, é fofo." Ela acrescentou um pouco mais alto e eu ri quando notei os dois homens olhando para ela. Eles têm algum problema com Bob Esponja Calça Quadrada?

"Belle, posso falar com você a sós?"

Mesmo que eu estivesse confusa com o motivo dela querer falar comigo repentinamente, eu ainda concordei.

"Claro."

"Tenho um segredo, quero compartilhar com você."

Eu ri quando os dois olharam na direção dela com uma expressão diferente. A face de Alex ficou azeda, enquanto a de Daniel parecia muito horrorizada.

"Vamos então."

Ela puxou meu braço, no entanto, nós paramos quando os dois gritaram o nome dela juntos.

"Rian!", a voz do marido dela.

"Arrianna Angela!", e o grito de Daniel mencionou seu nome completo.

"Qual é o problema, garotos?", ela se virou franzindo as sobrancelhas e colocou as duas mãos no quadril.

"Só quero conversar com minha cunhada em particular! Tem algum problema com isso? Se você quiser, pode assistir TV e procurar seu favorito Bob Esponja Calça Quadrada para melhorar seu mau humor!"

Uma risada alta escapou de minha boca junto com Jack e Andrew, antes de Rian pegar minha mão outra vez e me puxar para subir as escadas.

Entramos em um dos quartos e fomos para o terraço. Sentamo-nos lá fora na mesa de café, uma na frente da outra.

"Rian, por que você quer falar comigo?" Perguntei a ela primeiro, mesmo que no fundo da minha cabeça eu soubesse o que ela ia perguntar.

"Belle", ela suspirou antes de prosseguir. "Não sabia que você era a noiva de meu irmão. Você não contou isso quando nos encontramos na semana passada."

E, eu estava certa. Dei um meio sorriso para ela. "Sim. Eu me lembro de que você já me contou que tem um irmão, mas eu não sabia que era ele."

"Sim. É Dani, Daniel Kelley", ela pausou, e respirou fundo antes de falar de novo. "Belle, você, por favor, poderia me falar o motivo pelo qual aceitou esse acordo? E, por que está se casando com meu irmão?"

Pisquei os olhos e evitei o olhar dela. Agora, estou começando a me perguntar se minha decisão de casar com o irmão dela foi a melhor forma de ver Joseph na prisão, ou realmente foi certo?

"Rian, mas..."

"É sobre alguma coisa do seu passado?"

Eu mordi meu lábio inferior e olhava diretamente para ela.

"É sobre Joseph?"

Eu fechei meus olhos só por escutá-la pronunciar seu nome. A memória ainda estava fresca na minha memória, como se tivesse acontecido ontem, e não há seis anos.

"Belle, fala a verdade para mim. É sobre aquele homem, que tentou te estuprar há seis anos?"

'Meu Deus!'

Eu assenti, ainda com os olhos fechados. "Sim. É por causa dele. É por causa desse filho da puta!" Eu falei, com os dentes cerrados.

"Ai meu Deus! Por que você não contou ao Daniel?", essa foi a primeira pergunta que ela me perguntou depois de eu dizer a verdade.

"Não, Rian!" Eu falei, sacudindo a cabeça.

"Mas por quê? Ele precisa conhecer cada detalhe de você e de sua vida."

Eu ri somente para ocultar as novas ondas de dor formigavam dentro do meu peito.

"Você pensa que ele se importaria? Ele escutaria? Não, Rian! Ele nem mesmo sabe meu nome completo. Seu irmão é feito de pedra!"

"Não, Belle, acredite em mim. Ele não é tão frio quando você passa a conhecê-lo melhor."

"Ele não sorri, apenas sabe mostrar um sorriso sarcástico, me encarar e me insultar!"

"Bem, concordo com você quanto ao sorriso dele. É precioso como diamantes. Mas Belle, você vai viver com ele sob o mesmo teto. Você tem que contar para ele, ao menos sejam amigos."

"Não!" Sacudi minha cabeça e olhou seriamente para ela. "Só concordei com esse acordo porque sua mãe me falou que seu irmão precisa de uma 'esposa' para conseguir o contrato do seu maior investidor. E, porque eu preciso de um lugar para me esconder até conseguir uma evidência sólida para provar na corte o que aquele desgraçado fez comigo. Ele excluiu todas as filmagens do CCTV depois do ocorrido. E, a única pessoa que pode ser minha testemunha é a empregada, que viu tudo. O problema é que ela desapareceu subitamente depois disso."

Cerrei os punhos e quase fiz meus dedos ficarem brancos.

"No mês passado, eu o vi no shopping. Não consigo acreditar que mesmo depois de tantos anos ele ainda consiga me afetar, Rian! Eu enterrei todas essas memórias horríveis, porém, quando eu o vi, aquelas memórias caçaram outra vez!"

"E...espera... como minha mãe se envolveu no seu noivado com Dani?"

"Ela é uma de minhas alunas no meu estúdio de dança e da minha aula de Zumba. E, por acaso, ela viu tudo. Como aquele bastardo me assediou de novo no estacionamento do shopping. Ela me ajudou com os guarda-costas. E, acredite em mim, não tinha noção de que ela é sua mãe. Ela me perguntou o que se passou, e eu contei tudo a ela. Minhas batalhas da vida depois de deixar a Itália, incluindo o que aquele desgraçado fez comigo. E ela me ofereceu uma ajuda."

"E, essa ajuda é você se casar com o filho dela?", ela terminou minha frase.

"Sim. Eu preciso usar apenas o sobrenome de alguém para esconder meu status. Assim, quando Joseph souber que eu irei casar com seu irmão, ele vai hesitar em me assediar ou chegar perto de mim outra vez."

"Belle..."

"Posso pedir um favor a você, Rian?

"S...sim. Qualquer coisa."

"Você pode manter isso em segredo? Tudo isso que você sabe de mim e de meu passado, especialmente a razão de eu me casar com seu irmão?"

"Mas Belle...."

"Por favor, Rian. Até eu resolver meu problema. Por favor?" Eu peguei as duas mãos dela e as pus sobre a mesa.

"Mas você precisa de ajuda, Belle. Por que você não fala tudo ao Dani. Ele vai te ajudar."

"Não, Rian, você não entende. Se Joseph souber que esse casamento não é de verdade, ele irá tentar de tudo para me ter de volta."

"Contudo, Dani será o seu marido. Ele escutaria você com certeza."

"Não." Eu falei, sacudindo a cabeça.

"Por que você não reporta isso à polícia, eles poderiam..."

Eu ri dela de modo sarcástico. "Polícia? Reportar isso à polícia? Você tem certeza de que eles me ouviriam? Que acreditariam em mim? Eu não tenho nenhuma evidência comigo, Rian. A única coisa que restou foi a memória do seu toque! Das mãos imundas dele, e da saliva nojenta no meu corpo! E, a única pessoa que presenciou toda essa história está sumida... até agora. E eu não sei como a encontrar!"

Lágrimas estão, agora, turvando minha visão. Como é tão difícil manter essas memórias horríveis dentro de minha cabeça?

"Belle..."

"E você pensa que seu irmão me escutaria? A única coisa que ele sabe é me julgar, e me acusar de ter casado com ele por causa do dinheiro! Ele nunca iria acreditar na minha história, Rian. Por quê? Porque nem meu próprio pai acreditou, então, o que eu esperaria das outras pessoas?"

"Contudo, eu acredito em você. E, eu acredito desde que você me contou sua história. E minha mãe também acredita em você."

"É porque você e sua mãe são diferentes, Rian. Você me entenderia facilmente porque é uma mulher também."

"Ysabelle..."

Não posso me conter mais. Lágrimas começaram a cair nas minhas bochechas. Gostaria de ter alguém que me desse apoio. Eu queria ter uma mãe como a dela, queria ter um irmão que me protegesse e um pai, não como o meu, que nunca acreditou em mim quando eu mais precisava dele. A única família que eu tinha na época, era meu pai. Porém, foi essa mesma pessoa que me deixou miseravelmente suspenso em minhas horríveis memórias.

Senti uma braço atrás de mim e uma mão acariciando minhas costas.

"Prometa-me, Rian, por favor? Olhei para ela, ainda com as lágrimas escorrendo por minhas bochechas. Ela assentiu.

"Eu te prometo. Porém, espero que algum dia você se abra, e conte essas coisas a ele."

Após nosso momento fora do terraço, nós duas decidimos descer as escadas e voltar para a festa. No entanto, ela não me falou antes que iria me ajudar com o comportamento de seu irmão.

Quando voltamos ao local da festa, ela foi diretamente em direção ao seu marido. Eu reparei como eles trocaram olhares doces e como Alex olhou para ela com puro amor e adoração nos olhos. Eu sei que, no meu caso, e na minha situação, nunca experimentaria aquelas coisas. Contudo, de alguma forma, queria que, depois dessas lutas e problemas que eu tenho agora, eu possa encontrar meu próprio príncipe encantado também. O homem que vai me segurar nos seus braços enquanto olha para mim como a única mulher que existe no seu mundo. O homem que irá me compreender e nunca me julgar por quem sou e por aquilo que aconteceu no passado, irá me amar incondicionalmente e eternamente.

Fechei meus olhos quando vi os dois se beijando na frente das pessoas ao redor deles. Eu suspirei e, silenciosamente, desejei que qualquer que fosse a consequência que tivesse que enfrentar depois do casamento, iria me dar liberdade e paz de minhas memórias ruins do passado. E, uma lágrima solitária escorreu pelo meu rosto, mas eu não tinha disposição para limpá-la.

E, porque eu ainda estava com os olhos vermelhos, não notei os olhares que meu noivo estava me dando. Ele também andou em minha direção, e eu fiquei pasma quando abri os olhos e ele limpou aquela lágrima solitária. Ele pegou minha mão e me puxou em direção ao centro.

Ele entregou sua taça ao garçom enquanto ficamos na frente das pessoas que observavam seus movimentos. E, sem dizer uma palavra, ele se ajoelhou e mostrou um anel de diamante branco na sua mão.

'Que porra é essa?', perguntei, silenciosamente, ainda em choque com o que ele estava fazendo no momento.

"Sophia, eu sei que o que nós temos agora é uma história impressionante, contudo, eu não quero que você vá. Nem agora, nem nunca."

'Nossa! Que bom ator você é, Daniel Kelley!'

"Minha amada."

'Minha amada? De onde veio isso? Haha... e se eu chutar suas bolas, meu amado?'

"Você será mãe dos meus filhos no futuro? Você será minha melhor parceira? E, você me dará a honra de ser o homem mais feliz se casando comigo?"

Eu olhei diretamente para ele, mas seu rosto mostrava o oposto do que eu pensava. Ele está sorrindo para mim. Contudo, no fundo da minha cabeça veio uma resposta instantaneamente.

'Idiota! Certo che sta solo recitando, questa è solo una finita festa di fidanzamento!' (Idiota! Claro, ele está apenas atuando, esta é apenas uma festa de noivado falsa!)

"Diga que sim, por favor!" Eu escutei os gritos dos pais dele, e senti uma vontade de rir quando olhei para a expressão de Daniel. Eu tenho certeza de que ele está agora, silenciosamente, me matando dentro de sua cabeça.

"Sim, 'meu amado', me casarei com você." Enfatizei a palavra carinhosa que ele usou comigo duas vezes essa tarde.

Ele deu um sorriso presunçoso.

'Viu? Ele está só atuando!'

Ele colocou o anel de diamante no meu dedo, e se levantou bem devagar. Porém, o que eu não sabia é que ele iria me surpreender com a próxima coisa que ele estava planejando fazer.

Ele tocou em minhas bochechas e, com seus lábios, capturou meus lábios 'virgens'. Senti o mundo rodar em volta de mim enquanto as borboletas dentro do meu estômago começavam a dançar com a batida alta do meu coração.

Eu precisei fechar meus olhos e agarrar o ombro dele para me apoiar, dado que meus joelhos tremeram com esse sentimento repentino e a sensação que ele me passava através do seu beijo. Senti a mão dele em volta da minha cintura e na parte inferior das minhas costas. Ele pegou minhas duas mãos e as envolveu na cintura dele antes de soltar meus lábios. Abraçou-me depois, e sussurrou no meu ouvido.

"Aposto que foi seu primeiro beijo, minha amada."

'Puta que pariu!', murmurei comigo mesma, e meus olhos se arregalaram como pires.

Reclame seu bônus no App

Abrir
1 Capítulo 1 Primeiro encontro2 Capítulo 2 O passado dela3 Capítulo 3 Aceitando o acordo4 Capítulo 4 Telefonemas5 Capítulo 5 Jantar em família6 Capítulo 6 Reencontrar-se7 Capítulo 7 Festa de noivado8 Capítulo 8 Festa de noivado (Parte 2)9 Capítulo 9 Não engula suas palavras10 Capítulo 10 O casamento11 Capítulo 11 Morar com ele12 Capítulo 12 Novo dia13 Capítulo 13 Nós não somos amigos14 Capítulo 14 Roxo15 Capítulo 15 Senhorita16 Capítulo 16 Ele está com ciúmes17 Capítulo 17 Competição de Dança18 Capítulo 18 Estou alucinando 19 Capítulo 19 Bem feito20 Capítulo 20 Cabeça vazia21 Capítulo 21 É melhor morder a língua do que engolir as palavras22 Capítulo 22 Encontro de almoço23 Capítulo 23 Não estou com ciúmes24 Capítulo 24 Sua ausência25 Capítulo 25 Esposa teimosa26 Capítulo 26 Grande campeão27 Capítulo 27 Rian está desaparecida28 Capítulo 28 O que está acontecendo com ele 29 Capítulo 29 O acidente de Alex30 Capítulo 30 Preciso de sua assinatura31 Capítulo 31 É ele32 Capítulo 32 O tempo33 Capítulo 33 A mãe dela34 Capítulo 34 Desculpe-me35 Capítulo 35 Deixe seu ciúme de lado36 Capítulo 36 Senhora Kelley37 Capítulo 37 Ela é exatamente igual a elas!38 Capítulo 38 Julgamento39 Capítulo 39 É isto que chamamos de amor40 Capítulo 40 Sua esposa é uma mulher forte41 Capítulo 41 Estranho42 Capítulo 42 Confusa43 Capítulo 43 Sem beijo, sem telefone44 Capítulo 44 Layla45 Capítulo 45 Deja Vu46 Capítulo 46 Denial47 Capítulo 47 Ela parecia um quebra-cabeça48 Capítulo 48 Dormir no meu quarto49 Capítulo 49 Cadê meu beijo 50 Capítulo 50 Ele é um bom homem51 Capítulo 51 Urso de pelúcia52 Capítulo 52 Ele está doente53 Capítulo 53 Você pode cantar para mim 54 Capítulo 54 Loja de presentes55 Capítulo 55 Minha esposa56 Capítulo 56 Eu estou me apaixonando por ele57 Capítulo 57 Esta coisa doida chamada amor58 Capítulo 58 Não viva no passado59 Capítulo 59 A sorte não estava do lado dela60 Capítulo 60 O oposto da verdade61 Capítulo 61 Decepcionada62 Capítulo 62 Estou cansada63 Capítulo 63 Pacote64 Capítulo 64 O amor de uma mãe65 Capítulo 65 Não mais marido e mulher66 Capítulo 66 Essa é a sua casa!67 Capítulo 67 Ridículo68 Capítulo 68 Ele ama você, Belle69 Capítulo 69 Desistindo70 Capítulo 70 Tenho uma ideia71 Capítulo 71 Plano de fuga72 Capítulo 72 Seguindo-o em San Diego73 Capítulo 73 Você está bêbada74 Capítulo 74 Eu te amo!75 Capítulo 75 Deixe-me explicar76 Capítulo 76 Apaixonar-se não é um erro77 Capítulo 77 Você está fodido, cara!78 Capítulo 78 Eu estava errado!79 Capítulo 79 Seu pai80 Capítulo 80 Eu amo minha vida!81 Capítulo 81 Ele está doente82 Capítulo 82 Eu estraguei tudo83 Capítulo 83 Pen drive84 Capítulo 84 Eu a amo!85 Capítulo 85 Eu quero conhecer o seu marido86 Capítulo 86 Genro falso87 Capítulo 87 Eu nunca paro de amá-lo88 Capítulo 88 Convidados89 Capítulo 89 Eu não quero ver suas joias!90 Capítulo 90 Eu os farei pagar, amada91 Capítulo 91 Porque eu te amo92 Capítulo 92 Dê uma chance a ele93 Capítulo 93 Interrogatório94 Capítulo 94 As últimas palavras de seu pai95 Capítulo 95 Você pode ser meu Ursinho de Pelúcia de novo 96 Capítulo 96 Nicholas De Lucca97 Capítulo 97 De Luccas98 Capítulo 98 Eu não pedi para você ficar!99 Capítulo 99 Eu vou proteger o que é meu!100 Capítulo 100 Ela está de volta