icon 0
icon Loja
rightIcon
icon História
rightIcon
icon Sair
rightIcon
icon Baixar App
rightIcon
Capítulo 14
Uma noite em claro
Palavras: 1008    |    Lançado em: 09/02/2022

PONTO DE VISTA DE CHARLES

Depois que deixei a mansão da minha família, fui direto até o hospital visitar Rita. Me lembrando do que havia acontecido agora, me senti tão chateado que minha única vontade era quebrar alguma coisa para desabafar.

De repente, meu celular tocou. Era uma mensagem de Scarlett.

“Estou com nossa certidão de casamento. Quando vamos nos divorciar?” Precisei ler a mensagem três vezes para ter certeza de que não estava sonhando.

Ela estava tão ansiosa assim para se divorciar de mim?

“Você brigou com sua família de novo?” Provavelmente por ter sentido a energia negativa que eu emanava, Rita abriu seus olhos e me dirigiu as palavras com um fiapo de voz.

"Sim", respondi.

“Sinto muito. É tudo minha culpa. Eles estão sempre brigando com você por minha causa, se não fosse pela minha presença, vocês não teriam problema algum. Sou um fardo na sua vida”, Rita comentou isso e cobriu o rosto com as mãos para chorar.

“Não, claro que não é culpa sua. Não fique imaginando coisas. É que Scarlett pediu nossa certidão de casamento para o vovô hoje mais cedo.” Guardei o celular no meu bolso e segurei a mão dela junto da minha.

“Ela pegou a certidão então?” Os olhos dela se iluminaram instantaneamente.

"Sim", confirmei.

No entanto, a expressão feliz e animada da mulher na minha frente não me trouxe alegria alguma.

Rita ansiava por casar comigo, enquanto Scarlett, por sua vez, mal podia esperar para se separar de mim.

Mas e eu?

O que eu queria?

Foi então que cheguei à horrível conclusão de que eu não fazia ideia do que queria. Todos pareciam estar certos do que queriam para suas vidas, enquanto eu vagava sem rumo.

Mas entendi também que qualquer decisão minha nesse momento não me traria satisfação. Já havia prometido a Rita que me casaria com ela depois do divórcio com Scarlett.

Era o último desejo dela e, sinceramente, o mínimo que eu podia fazer.

Não quis mais discutir esse assunto com ela, por isso inventei uma desculpa qualquer e saí do hospital.

Dirigi meu Maybach branco como um adolescente bêbado de coração partido, me sentindo perdido e confuso.

Andei sem rumo por um tempo.

Quando percebi, estava estacionando em frente à mansão em que Scarlett morava. Baixei o vidro e olhei para a luz acesa no quarto dela.

O que será que ela estava fazendo a essa hora?

Provavelmente estava dormindo com um sorriso satisfeito no rosto, pois finalmente conseguiu nossa certidão de casamento que ela tanto queria. Caso contrário, não teria me mandado uma mensagem tão cedo.

Passei a noite toda ali sentado.

Pouco depois do sol raiar, bati na porta da casa de Scarlett.

PONTO DE VISTA DE SCARLETT

Levantei-me para ver quem era na porta, apenas para me deparar com Charles bem na minha frente.

“O que você está fazendo aqui?” Fiquei surpresa com a aparição dele tão cedo de manhã.

Ele seguia com as mesmas roupas do dia anterior, a barba estava por fazer e seus olhos inchados denunciavam que não havia dormido absolutamente nada na noite passada.

“Eu só…”, ele começou a se explicar com a voz rouca.

“Entendo. Não precisa se explicar. Vou até o escritório do advogado com você, mas me dê um minuto. Preciso me trocar antes.” Senti a amargura brotar no meu coração. Achava impressionante que meu ex-marido estivesse tão empolgado para se divorciar de mim a ponto de querer me arrastar até o advogado na primeira hora da manhã.

Será que ficou tão animado que passou a noite em claro?

“Venha comigo”, Charles ordenou com firmeza, me encarando.

Ele não falou mais nada depois que entramos no carro e focou sua atenção na direção.

No entanto, não fomos até o escritório de advocacia e, ao invés disso, paramos em frente ao apartamento dele.

“Achei que iríamos assinar o divórcio agora mesmo. O que estamos fazendo aqui?” Olhei para o conjunto de apartamentos de luxo sem entender.

“Você ainda não tomou café da manhã, certo? Não temos pressa”, Charles contestou superficialmente.

Então ele desceu do carro e abriu a porta para mim. Observei o rosto dele com atenção. O homem parecia estar nas nuvens hoje e isso contribuiu ainda mais para confirmar meu pensamento.

Aquele homem finalmente poderia se livrar de todos os entraves legais comigo hoje. Ele deveria estar feliz, não era mesmo?

“Esse é o seu jeito de dourar a pílula do divórcio para mim?”, perguntei com um sorriso.

“Pense o que quiser”, Charles rebateu ríspido e uma sombra passou pelo seu rosto.

Fiquei em silêncio depois disso e apenas o segui até o condomínio fechado. O manobrista na entrada se curvou em reverência para Charles, o cumprimentou e pegou as chaves do carro para estacioná-lo.

Charles preparou o café da manhã pessoalmente, fazendo sanduíches de presunto e ovo que pareciam deliciosos e desprendiam um aroma incrível.

Enquanto ele arrumava a mesa, fiquei olhando para a comida e minha boca instantaneamente começou a salivar.

Charles abaixou a cabeça, focado em comer o café da manhã. Então, sem introdução alguma, me propôs: “Largue o seu emprego atual e venha trabalhar na minha empresa.”

“Você quer que sua ex-mulher trabalhe na sua empresa? Não tem medo de ser alvo de fofocas no escritório?” Baixei meus talhares, encarando o rosto dele impassível.

“Não dou a mínima para isso. Só pense sobre o assunto, pode ser?” Charles me devolveu o olhar.

“Quero lembrá-lo de que em breve vamos nos divorciar. Acho que seria mais fácil para nós dois se não nos metêssemos nos assuntos um do outro a partir de agora já”, expliquei, tentando falar com a maior calma que consegui reunir.

“Você pode parar de falar no divórcio o tempo todo?” Charles largou o sanduíche no prato, me reprimindo mal-humorado com o olhar.

“E você pode parar de se meter na minha vida?” Não desviei meus olhos. Era uma pergunta sincera e não um desafio.

Ficamos sentados em silêncio sem desviar nossos olhares enquanto a tensão entre nós só aumentava.

Mas de repente, a campainha tocou.

Reclame seu bônus no App

Abrir
1 Capítulo 1 De volta para o divórcio2 Capítulo 2 Sentimento doentio3 Capítulo 3 Visita inesperada4 Capítulo 4 Um homem ganancioso5 Capítulo 5 A garota mais brilhante6 Capítulo 6 Um tigre sem dentes7 Capítulo 7 Eu quero me mudar8 Capítulo 8 O direito como marido9 Capítulo 9 Amando sem saber10 Capítulo 10 Jantamos juntos11 Capítulo 11 Pensão alimentícia12 Capítulo 12 Dormindo na mesma cama13 Capítulo 13 Consegui a certidão de casamento14 Capítulo 14 Uma noite em claro15 Capítulo 15 Um beijo16 Capítulo 16 Uma reunião urgente17 Capítulo 17 Sendo forçado a se comprometer18 Capítulo 18 Com febre19 Capítulo 19 O escândalo20 Capítulo 20 Bebendo21 Capítulo 21 Desmaio22 Capítulo 22 Finja estar em um relacionamento23 Capítulo 23 Uma bagunça24 Capítulo 24 Passar a noite novamente25 Capítulo 25 Eu não o amo26 Capítulo 26 Vestido de noiva27 Capítulo 27 Bênção28 Capítulo 28 Bêbada29 Capítulo 29 O que aconteceu ontem à noite30 Capítulo 30 Meu preço31 Capítulo 31 Você é inestimável32 Capítulo 32 Uma megera33 Capítulo 33 É Você34 Capítulo 34 Aplicando a pomada35 Capítulo 35 Aviso de condição crítica36 Capítulo 36 Christine desmaiou37 Capítulo 37 Eu não vou assinar38 Capítulo 38 Comprando flores39 Capítulo 39 Eu não odeio você40 Capítulo 40 Salpicada de tinta41 Capítulo 41 Fazendo o café da manhã42 Capítulo 42 A verdade43 Capítulo 43 Apanhando pela primeira vez44 Capítulo 44 A cena quente45 Capítulo 45 Problemas de homens46 Capítulo 46 Talvez ele não queira se divorciar de você47 Capítulo 47 A revelação48 Capítulo 48 Fotos49 Capítulo 49 Bolo50 Capítulo 50 Ficando doente51 Capítulo 51 Fora de controle52 Capítulo 52 Sonho ou Realidade 53 Capítulo 53 Voto54 Capítulo 54 Seu disfarce55 Capítulo 55 Coloque na minha boca56 Capítulo 56 Confiável57 Capítulo 57 Não nos falamos58 Capítulo 58 Festa do trabalho59 Capítulo 59 Sinto muito60 Capítulo 60 Rumores61 Capítulo 61 Sugar Daddy62 Capítulo 62 Jogando tênis63 Capítulo 63 Confissão64 Capítulo 64 Patrocínio65 Capítulo 65 Proteção66 Capítulo 66 Neta67 Capítulo 67 Relacionamento ambíguo68 Capítulo 68 O processo69 Capítulo 69 Encontro70 Capítulo 70 Apaixonados71 Capítulo 71 Pressão para baixo72 Capítulo 72 A notícia73 Capítulo 73 O diamante74 Capítulo 74 Experimentado o vestido de noiva75 Capítulo 75 O contato do número dela76 Capítulo 76 Cortado77 Capítulo 77 Sedução78 Capítulo 78 Divórcio79 Capítulo 79 Charles estava bêbado80 Capítulo 80 Notícias inesperadas81 Capítulo 81 A onipresente Rita82 Capítulo 82 Gravidez83 Capítulo 83 Disputa84 Capítulo 84 Amnésia85 Capítulo 85 Está com febre86 Capítulo 86 Amargura87 Capítulo 87 A ligação de Nate88 Capítulo 88 Sondagem89 Capítulo 89 Armação90 Capítulo 90 Salvador91 Capítulo 91 Anúncio92 Capítulo 92 Visitantes inesperados93 Capítulo 93 Acidente de carro94 Capítulo 94 A visita95 Capítulo 95 Promessa96 Capítulo 96 O jogo entre os dois lados97 Capítulo 97 O anel98 Capítulo 98 Farsa99 Capítulo 99 O questionamento dos parentes mais velhos100 Capítulo 100 Passando a noite